sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Deputado Cabo Campos presidirá Comissão Estadual de Prevenção ás Drogas da Assembleia




A Assembleia Legislativa atendeu ao pedido do Ofício nº. 047/2017 – GDEG da Câmara dos Deputados Federais, do gabinete da presidente da Comissão Externa Sobre Consumo de Drogas entre Jovens no Brasil, deputada federal do Maranhão Eliziane Gama (MA), nomeando o deputado estadual Cabo Campos como presidente da comissão Estadual de Prevenção às Drogas.

“Cabo Campos têm sido defensor das políticas sobre drogas desde 2015 e possui sensibilidade para a causa. É evidentemente o melhor nome para presidir essa comissão no Maranhão” declarou Erisson Sousa, presidente da Rede Maranhense de Diálogos Sobre Drogas (REMADD).

O deputado já realizou ao longo da metade de seu mandato, reuniões na capital e no interior, audiências públicas, palestras, participou de fóruns e caminhadas assim como já apresentou propostas de lei que fomentam investimentos na prevenção, tratamento e combate em todo Estado fortalecendo a causa.

“Agradeço a Deus pela confiança e oportunidade que me está sendo dada em ser útil ao meu Estado nessa luta que tem vitimado as famílias maranhenses”, afirmou o deputado estadual Cabo Campos.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Sydnei Pereira esclarece denúncias em entrevista a Marcial Lima




Na manhã do último domingo(19), o prefeito de Anajatuba – Sydnei Pereira concedeu uma longa entrevista ao radialista Marcial Lima, que comanda o programa Domingo Mirante. Além da agenda de atividades realizada na capital federal entre os dias 15 e 16 do mês em curso, o prefeito aproveitou o ensejo para esclarecer uma série de denúncias inverídicas feitas no programa Manha Difusora, comandado pelo radialista Silvan Alves.

De acordo com a denúncia, durante um churrasco realizado no povoado Bacabalzinho, Júnior, irmão do prefeito, teria determinado que o veículo da Secretaria de Saúde, usado no programa Saúde da Família, fosse à sede do município comprar cerveja, e quando retornava, o carro teria atropelado um boi, causando avarias na camionete.

“Certamente, o renomado radialista Silvan Alves, pessoa a qual tenho respeito e admiração, foi pautado por alguém irresponsável e, infelizmente, o nobre profissional não tomou as cautelas devidas no sentido de apurar a veracidade dos acontecimentos. 

De fato, conforme boletim de ocorrência registrado no dia do fato, digo, segunda-feira(13), nas proximidades do povoado Olho d´água, quando o motorista seguia da sede para o povoado Pedrinhas, por volta das 03 hs da manha, indo buscar um paciente em atendimento domiciliar, a luz alta do veículo que transitava em sentido contrário acabou o encandeando, ocasionando o atropelamento de um animal logo à frente”, explicou o prefeito.

Ainda dando resposta ao festival de denúncias feita pelo radialista, o prefeito negou com veemência, o fato do mencionado veículo está sendo usado para levar os filhos na escola, na capital maranhense. “Essa tarefa, digo, de levar e buscar meus filhos nas escolas Educator, na Avenida dos Holandeses e Portal do Saber, no Coahajap, é da minha esposa Luciana. Eu não conheço nem as crianças muito menos o senhor que aparece na foto. É oportuno ressaltar, ainda, que a foto em questão evidencia não ser nenhuma das duas escolas acima mencionada. Acredito que o veículo estivesse passando no local, o qual ainda não conseguir identificar, e alguém maldoso tenha feito a foto e, irresponsavelmente, repassado ao profissional, levando-o ao erro”, finalizou Sydnei.

Agenda em Brasília –

Na oportunidade, O prefeito aproveitou para falar um pouco da extensa agenda que cumpriu na quarta e quinta-feira(15/16), respectivamente, em Brasília. Além da bancada maranhense na Câmara Federal, ao lado do secretário municipal James Arnoldo, o prefeito esteve no Ministério da Saúde, juntamente com outras centenas de prefeitos de cidades maranhense. Os gestores, que foram cobrar mais investimentos na área de média e alta complexidade, foram recebidos pelo ministro Ricardo Barros.

Professor Julio Pinheiro avalia ações positivas do sindicato e critica comportamento de adversários




Em entrevista ao Sinproesemma On line, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma), professor Julio Pinheiro, faz um balanço da luta da entidade e aponta as principais conquistas dos trabalhadores da rede estadual, mesmo com a crise econômica que atinge todos os estados brasileiros. Ele também denuncia as manobras de adversários que espalham boatos nas redes sociais, tentando aterrorizar os educadores com mentiras.

Em 2016, em meio à forte crise financeira no Brasil, Julio Pinheiro lembra que a luta do Sinproesemma garantiu o pagamento da terceira parcela de um montante de 20 mil progressões, direitos não pagos, havia décadas, e ainda assegurou a unificação e ampliação da jornada, uma conquista histórica da categoria, beneficiando 1.200 educadores da rede estadual.

A unificação beneficiou quem tinha acúmulo irregular de matrículas e que poderia perder uma delas a qualquer momento. Já a ampliação garantiu acesso de professores da rede à jornada de 40 horas, com apenas uma matrícula e salário compatível, sem precisar fazer novo concurso público. “Mesmo não havendo o reajuste salarial, em 2016, nós garantimos esses avanços, importantíssimos para a carreira do magistério. Para o futuro do educador”, destacou.

Campanha Salarial 2017

Em janeiro deste ano, o sindicato iniciou a campanha salarial de 2017, dialogando com a categoria, em todas as regionais, envolvendo todos os municípios maranhenses. A maioria das assembleias regionais aprovou a prioridade em garantir, imediatamente, o reajuste de 2017, conquista já garantida pela medida provisória, enviada pelo governo à Assembleia Legislativa do Maranhão. De acordo com a MP, os professores e especialistas (ativos, inativos e contratados) terão aumento de 8% nas suas remunerações, ganhos reais que variam de R$200 a R$500 na remuneração final.

Para o professor Julio, apesar do reajuste de 8% incidir sobre a Gratificação de Atividade Magistério (GAM), a recomposição final representa um avanço significativo, diante do cenário nacional de crise, configurado com os casos de atraso de pagamento e congelamento de salários em vários de estados do Brasil.

“Não há retrocesso na fórmula de reposição aplicada pelo governo, uma vez que, no próximo ano, o reajuste que virá vai repercutir com um percentual de GAM maior”, explicou o presidente.

Mais ampliações


O presidente do sindicato destaca também que a agenda de valorização da categoria não deve passar apenas pelo reajuste de salários. Segundo Julio Pinheiro, o sindicato também está defendendo a convocação de excedentes do último edital de ampliação de jornada, assim como está pleiteando do governo a realização de mais um concurso interno para ampliação, ofertando mais vagas para quem quer sair de 20 para a jornada de 40, com salário maior.

Eleições sindicais

Para o professor Julio Pinheiro, a judicialização do processo eleitoral foi mais uma manobra dos adversários do sindicato, que disputam o comando da direção da entidade. Foi uma manobra realizada às 17h do dia anterior à eleição por um grupo minoritário de professores, que ao longo dos anos, tem se posicionado de forma irresponsável para prejudicar a luta da entidade e dividir a categoria, tornando um ambiente propício para seus interesses meramente políticos.

O grupo minoritário, ao qual o professor Julio se refere, agiu dessa forma porque não conseguiu representatividade em todas as regionais do Sinproesemma para compor uma chapa e fazer a disputa legal com a chapa apoiada pela atual direção. “Demonstraram que não têm o apoio necessário para a fazer a disputa pela direção da entidade”, ressaltou Julio.

Para a composição da chapa, é necessário ter representação mínima de 59 municípios maranhenses, como determina o Estatuto da entidade, base para o regimento eleitoral. O Sinproesemma é o maior sindicato de classe do Maranhão, com cerca de 30 mil filiados, em quase todos os municípios do estado, por isso, a necessidade da representação na diretoria, envolvendo todas as regionais.

Notificação – Em função de não ter sido notificado pela Justiça, pois estava no interior do estado, trabalhando na estrutura das eleições, Júlio Pinheiro explicou que a eleição ocorreu normalmente, com apenas uma chapa deferida pela comissão eleitoral, e que, no momento, aguarda o julgamento do recurso impetrado pelo Sinproesemma.

“Mais de sete mil professores, especialistas e funcionários de escola foram às urnas e votaram na chapa encabeçada pelo companheiro Raimundo Oliveira. Agora, aguardamos o posicionamento da justiça”, destacou.

Boatos da maldade

Sobre os boatos postados em redes sociais, pelos adversários do Sinproesemma, para denegrir a imagem da entidade, deturpar os fatos positivos sobre os ganhos salariais da categoria, Julio Pinheiro orienta que os educadores sempre suspeitem de informações que não são as divulgadas pelo sindicato, em seus diversos meios de comunicação. “É necessário estar atento para não cair nas mentiras de quem pensa, exclusivamente, na disputa do sindicato e não nos interesses da categoria”, afirma o presidente.


Fonte: Sinporesemma

Sinproesemma e presidente da Comissão de Justiça da Alema dialogam sobre o reajuste dos professores




Diretores do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma) foram recebidos, na Assembleia Legislativa do Estado, pelo presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), deputado Marco Aurélio (PC do B), na tarde de ontem (21). O reajuste de 8% dos professores da rede estadual de educação, previsto na Medida Provisória do Governo do Estado, que tramita no Legislativo, foi a pauta central da reunião.

Segundo o presidente do Sinproesemma, professor Julio Pinheiro, a reunião serviu para esclarecer a onda de boatos que os inimigos da categoria têm espalhado nas redes sociais e na imprensa acerca do reajuste, tentando desvirtuar e minar a legitimidade da Pauta Salarial 2017, aprovada em assembleias pelos professores, realizadas em todas as regionais do sindicato, que envolve todo o estado.

“Estamos aqui para garantir a legitimidade da nossa Campanha Salarial, aprovada nos núcleos regionais em todo o Maranhão. Não podemos permitir que aventureiros plantem mentiras e enganem a categoria, por isso viemos esclarecer ponto a ponto da Pauta Salarial, que inclui o reajuste conquistado de 8%. Viemos explicar que, em todos os momentos do processo, a vontade da maioria dos trabalhadores foi respeitada e que o reajuste sobre a GAM traz inúmeras vantagens para a classe educadora”, pontuou o professor Julio Pinheiro.

Para o presidente da Comissão de Constituição e Justiça, deputado Marco Aurélio, se houve aprovação dos educadores, é preciso respeitar. “A pauta aprovada é um sentimento do que a categoria espera, então temos que respeitar a legitimidade dessa aprovação da pauta de reivindicação, construída com sindicato”, disse o deputado.

Audiência sem deliberação

Sobre uma Audiência Pública prevista para acontecer nesta quarta-feira (22), na Assembleia Legislativa, Marco Aurélio deixou bem claro aos diretores do Sinproesemma que se trata de uma iniciativa de apenas um deputado e não da Comissão de Constituição e Justiça, que tem a prerrogativa de deliberar sobre a Medida Provisória do reajuste, encaminhada pelo governo. “A CCJ não faz parte dessa audiência. Nós respeitamos a iniciativa do deputado que está fazendo a audiência, mas não foi convocada pela Comissão de Constituição de Justiça, portanto não tem poder de deliberação. Qualquer decisão sobre a MP envolve apenas o presidente da CCJ e seus membros”, explicou Marco Aurélio.



Entenda o caso

O Sindicato aprovou a Pauta de Reivindicação 2017, em assembleias regionais, que envolvem todo o estado. Ao todo, são 18 regionais, sendo que 12 regionais deliberam que o sindicato deveria encaminhar, imediatamente, a aprovação do reajuste salarial de 2017.

O Ministério da Educação (MEC) determinou para este ano o reajuste de 7,64%. Na negociação com o governo, foi conquistado o percentual de 8%, em duas parcelas, sendo a primeira este mês de fevereiro e a segunda em maio. O reajuste incide sobre os vencimentos e a Gratificação de Atividade de Magistério (Gam), para quem ganha abaixo do piso, e somente sobre a Gam para as demais classes, representando ganhos entre R$ 200, 00 e R$ 500,00 nas remunerações finais.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Ministro da Saúde garante a prefeitos rever questão da percapita no MA













Em reunião realizada na última quinta-feira (16) com prefeitos e deputados maranhenses, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, garantiu a revisão do teto da saúde no estado, atendendo à reivindicação da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, cujo presidente, prefeito Cleomar Tema (Tuntum), destacou ser a hora de uma força tarefa para que estabeleça pelo menos a média nacional quanto aos valores repassados às cidades.

O encontro com o ministro foi parte de um movimento deflagrado pela FAMEM, que levou 90 prefeitos à Capital Federal e, no dia anterior, recebeu a adesão do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia. O parlamentar disse que iria se empenhar pessoalmente para que o Governo Federal venha a equacionar o problema mostrado pelos gestores municipais do Maranhão.

No Ministério da Saúde, Tema destacou que o Maranhão está sendo penalizado ao figurar na 25ª posição no ranking nacional em relação aos valores da per capita. O diretor administrativo da FAMEM, Gildásio Ângelo da Silva, mostrou dados estatísticos mostrando a falta de critérios da União quanto à divisão dos recursos entre os estados.

Os deputados federais Juscelino Filho (coordenador da bancada), Pedro Fernandes e Cleber Verde, que acompanharam os prefeitos, fizeram gestões junto ao ministro e garantiram que estão empenhados em pavimentar caminho para um encontro da Federação com o presidente Michael Temer.

“Vamos atuar em diversas frentes. Na parte técnica, a FAMEM começará, a partir de agora, a elaborar estudos quanto às demandas médicas hospitalares e também para a formatação de uma nova PPI, já que estamos atrasados nesse quesito”, destacou o líder municipalista.

No encontro com o ministro da Saúde, o grupo municipalista recebeu também o reforço da suplente de deputada federal Rosângela Curado; da secretária de Saúde de São Luis, Helena Duailibe; e dos deputados estaduais Rogério Cafeteira (líder do Governo na Assembleia), Rafael Leitoa, Levir Pontes, Antônio Pereira e Stênio Resende.

Presidente do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems), Vinícius Araújo também se manifestou, ressaltando a necessidade de se estabelecer uma plataforma de trabalho urgente com vistas a reverter o quadro em que se encontra o Maranhão com relação ao teto da saúde.

Diversos prefeitos aproveitaram a ocasião para mostrar problemas de seus respectivos municípios. Ao final da reunião, o Cleomar Tema se mostrou esperançoso quanto ao futuro, destacando ainda que os deputados federais foram importantes, por conta do auxílio que deram aos prefeitos na jornada.

Ele também agradeceu o apoio dos deputados estaduais que acompanharam os prefeito.
 Tema disse ser inconcebível que o Piauí, com praticamente a metade da população do nosso estado, seja contemplado com uma per capita de R$ 225,00, enquanto que o Maranhão recebe apenas R$ 158,00.

“Isso vem mostrar claramente que tal distribuição não obedece a critérios técnicos, mas políticos, levando-se em conta que, antes do atual ministro da Saúde, a pasta foi ocupada, pelo período de três anos, por um deputado federal do Piauí”, destacou o presidente da entidade municipalista.

Aluno e escola da rede municipal são vencedores do concurso "Escola Sustentável"




A solenidade de entrega das premiações aconteceu na última quinta-feira (16), no auditório Desembargador José Joaquim Ramos Filgueiras, do Fórum Desembargador Sarney Costa, no Calhau. Fabrício Silva Vieira ganhou um prêmio de R$ 500 pelo poema "Água Divina", que fala da importância da água para a manutenção da vida na Terra.

O estudante, que cursa o 6º ano, diz que para fazer o poema se inspirou na situação do Nordeste e principalmente na seca do Ceará. "Tentei mostrar por meio do poema o quanto a água é preciosa, é divina, sem a qual não teríamos nem o alimento", contou o adolescente, que se diz muito feliz com o resultado do concurso. "Eu e meus pais estamos felizes e orgulhosos", acrescentou.

O Secretário Municipal de Educação, Moacir Feitosa, participou da solenidade, e destacou o empenho de educadores e estudantes para o desenvolvimento de projetos sustentáveis, que valorizem o ambiente escolar e toda a comunidade. "Em nome do prefeito Edivaldo, parabenizo a todas as escolas e estudantes que participaram. Cumprimentamos os educadores da nossa rede pelo excelente trabalho desenvolvido na construção de projetos que fortaleçam o aprendizado e promovam um ambiente escolar mais saudável e propício ao desenvolvimento de nossos estudantes", assinalou Moacir Feitosa.

AÇÕES SUSTENTÁVEIS


Na categoria Projetos, além da premiação de R$ 2 mil para a U.E.B. Zebina Eugênia Costa, também foi premiada a professora Helena Paula da Silva Menezes, coordenadora de projetos da escola. Ela foi a responsável, entre 2014 e 2016, pela condução do Projeto "Zebina Valorizando Tesouros", que envolveu, anualmente, mais de 400 estudantes em ações sustentáveis na escola e em espaços da comunidade do Tibirizinho.

Helena Paula recebeu o cheque de R$ 1 mil das mãos das autoridades presentes, entre as quais o Governador Flávio Dino, o Secretário de Educação do Estado, Felipe Camarão, e o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, Cleones Carvalho Cunha. Em seu pronunciamento ela agradeceu ao Programa ECOA. O programa, idealizado pelo Instituto Alcoa, conta desde 2014 com a parceria e a adesão da Prefeitura de São Luís. O projeto realiza atividades diversas e estimula o desenvolvimento de projetos ligados à sustentabilidade em escolas da rede municipal localizadas na zona rural. O projeto "Zebina Valorizando Tesouros" é uma das iniciativas que recebeu o apoio do Ecoa desde o princípio, com formação para os professores e recursos em dinheiro para o desenvolvimento do projeto.

A gestora da U.E.B. Zebina Eugênia Costa, Maria Francisca Morais Araújo, disse que o momento é de felicidade. "Estou muito feliz com o resultado da premiação, que só foi possível pelo empenho de toda a escola e também o apoio de várias pessoas da comunidade", assinalou Maria Francisca.

O Concurso "Escolas Sustentáveis" premiou 11 estudantes de todo o Estado do Maranhão, e mais 11 coordenadores de projetos e 11 escolas. Foram quase R$ 40 mil em prêmios distribuídos entre os ganhadores do concurso.

Astro de Ogum reúne com governador Flávio Dino e pede apoio para a Cultura




O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum (PR), esteve reunido com o governador Flávio Dino, na última quinta-feira, (16), ocasião em que conversaram sobre assuntos diversificados, mas a pauta marcante esteve focada em temas relacionados com a cultura.

Num bate papo descontraído, os dois falaram sobre as festividades do carnaval, e na oportunidade Astro de Ogum pediu apoio do governador para a cultura, notadamente notocante a permanência da sede da Federação de Cultura do Maranhão – Fefcema no Parque Folclórico da Vila Palmeira. Flávio Dino ouviu as ponderações de Astro de Ogum e futuramente deverá se manifestar sobre a reivindicação.

“Foi um encontro bastante proveitoso, e senti a sensibilidade do governador Flávio Dino ao nosso pleito”, declarou Astro de Ogum para completar: “após essa conversa fiquei com a expectativa de atendimento ao nosso pedido, já que parte de um segmento significativo de nossa sociedade, como o movimento cultural, principalmente o ligado as manifestações da cultura popular”.


CAFÉ DA MANHÃ – Na ocasião Astro de Ogum agendou com Flávio Dino uma visita na Câmara Municipal para o próximo dia 13 de março, quando o chefe do Poder Executivo maranhense participará de um café da manhã com os vereadores. 

“Será uma excelente oportunidade de estreitarmos mais ainda os laços entre o Legislativo de São Luís com o governo do Estado, bem como para o governador conversar com todos nós vereadores e ouvir o que temos para lhe transmitir sobre os problemas que enfrentam a cidade e a sua população”, finalizou Astro de Ogum.