segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Prefeito Zé Martins inaugura Arena Rio Verde em Barroso



O gestor ainda fez a entrega de compactadora de lixo e anunciou novas obras em Bequimão






No último domingo, dia 21 de janeiro, a população de Bequimão foi presenteada com inauguração de obra, entrega de veículo e anúncio de novas obras no município. Acompanhado dos deputados Zé Inácio e Victor Mendes, do vice-prefeito Magal e secretários municipais, o prefeito Zé Martins inaugurou a Arena Rio Verde, no povoado Barroso, que homenageou o saudoso empresário Valdecy Rodrigues, que foi representado pelo filho, o empresário Luís Carlos (Bago). O campo de futebol era um sonho antigo da comunidade, e foi murado, recebendo alambrado, traves de ferro e equipado com redes pelo prefeito Zé Martins. Além disso o prefeito ainda entregou placas em homenagem a 30 personalidades que contribuíram com o desenvolvimento do esporte em Barroso.


Entre os homenageados estavam Ribinha do Barroso, Chico Paca, Zeca de Sérgio, Joaquim, Osvaldo, Ademir Soares, Zé Martins, Careca do Barroso, Terezo Lambão (in memória), Deó Soares (in memória), Denerval, Bruno, Neco, Vivaldo, Edivaldo, Saburica, Virgílio, Nelson, André, Felipe, entre outros homenageados. Além disso o jogador que marcar o primeiro gol após a inauguração receberia uma placa também. Um jogador da Ponte Preta que enfrentava o Rio Verde, foi o contemplado. Na preliminar aconteceu o 44º jogo dos amigos de Neco (Casados X Solteiros).


Antes de inaugurar a Arena Rio Verde, o prefeito Zé Martins entregou para a população bequimãoense uma Compactadora que fará a coleta do lixo no Centro da cidade e bairros próximos. Com a frase - Cidade Limpa, Povo Educado, o veículo terá uma grande contribuição na limpeza da cidade. Resta apenas a população contribuir com o poder público, mantendo a cidade limpa, não jogando lixo nas ruas.

Durante a Inauguração da Arena Rio Verde, o prefeito Zé Martins falou de sua luta pelo povo de Bequimão, do respeito que tem pelo povo de Barroso e anunciou novas obras na comunidade. "O belo povoado de Barroso é uma comunidade especial, tenho um grande respeito por este povo, assim como os demais habitantes de Bequimão. Sou um morador daqui e conheço as necessidades deste povo. Este estádio era um sonho antigo da comunidade e hoje está se tornando realidade. Além desta Arena, reformei a Praça e o Parquinho Infantil. E agora firmo um compromisso de que Barroso será o primeiro povoado a ser asfaltado todo em Bequimão", destacou o prefeito, que afirmou que asfaltará desde a MA-106 até a ponte do Balandro beneficiando três povoados.

O deputado destacou o trabalho do prefeito Zé Martins e reconheceu os investimentos feitos no esporte bequimãoense. "Eu que ando por todas as cidades do Maranhão, sei o quanto ta complicado para muitos prefeitos administrarem. Mas aqui em Bequimão o prefeito Zé Martins faz um trabalho brilhante e por isso é referência em gestão pública em todo Estado. O prefeito sabe que tem meu apoio e no que puder ajudar, pode contar comigo", disse o parlamentar.

O deputado Victor Mendes parabenizou o prefeito Zé Martins pelo grande trabalho que faz no seu município e aproveitou para homenagear em memória o grande líder de Bequimão Juca Martins. "Como grande prefeito que é, Zé Martins ainda carrega um fardo muito pesado que é o legado deixado pelo seu pai Juca Martins, que foi o maior líder político de Bequimão e da baixada. Sei do esforço e da luta deste prefeito que sempre está em Brasília atrás de recursos para investir em Bequimão. É um prefeito incansável, e no que puder ajudar, vou está contribuindo com sua gestão, assim como o deputado Sarney Filho, que também ajuda o prefeito Zé Martins", finalizou o deputado federal.

Para o ex-jogador Neco, a Arena Rio Verde é um sonho antigo e a felicidade de ver em realidade não tem preço. "Não tenho palavras para te agradecer Zé Martins por esta obra. Era um sonho antigo, sempre sonhei com este momento. Era para seu pai fazer, mas acabaram atrapalhando, mas como tudo tem seu tempo, chegou o tempo e você fez. Em nome do povo de Barroso quero te agradecer por tudo, muito obrigado de coração", finalizou o craque, que foi uma das referências do futebol bequimãoense em todo Brasil.

Estiveram presentes os deputados Zé Inácio (estadual), Victor Mendes (federal), o vice-prefeito Magal, os secretários Zé Orlando Ferreira (Administração), Kell Pereira (Esporte), Ademar Costa (Indústria e Comércio), Creuber Pereira (Agricultura), Dinha Pinheiro (Cultura e Igualdade Racial), Josmael Castro (Assistência Social), Tonho Martins (Infraestrutura), Ricardo Lemos (Transportes), João de Castro Ribeiro (Finanças), Otoniel Gusmão (Segurança), Edimilson Pinheiro (Meio Ambiente), servidores municipais, lideranças políticas e comunitárias, desportistas locais e comunidade em geral, além de integrantes da imprensa local, regional e da capital maranhense.

Fotos: Rodrigo Martins





A grande marcha das mulheres contra Trump e seus objetivos






Um ano depois da Marcha das Mulheres, que ocorreu assim que Donald Trump assumiu a presidência dos EUA- foram cerca de 654 manifestações por todo o país-, elas voltaram às ruas de diferentes cidades, com a ambição de se transformar em um movimento para permitir a chegada das mulheres no poder

No ano passado, o alvo das manifestações era a eleição de um presidente machista. Esse ano, a pauta foi maior. Com cartazes com frases como “agarre eles pelas legislativas” (em resposta a declaração de Trump no passado de que deve-se "agarrar as mulheres pela vagina"), as mulheres querem derrotar os republicanos nas eleições de 2018 para o Senado. “No ano passado, a raiva de que uma pessoa com seu histórico pudesse entrar na Casa Branca nos motivou”, disse uma das mulheres sobre o presidente. “Esse ano, é sobre igualdade para as mulheres". Segundo a ONG Emily’s List, que promove a participação das mulheres na política, desde a eleição presidencial de 2016, 25.000 mulheres procuraram seus escritórios com a intenção de disputar algum cargo.

Katie O'Connor, uma advogada de 39 anos de Knoxville, Tennessee, que foi até ao National Mall, em Washington, para se manifestar, quer ver Trump fora da Casa Branca. "Não acredito que essa Administração faça alguma coisa boa pelas mulheres", afirmou em declaração ao Publico.

Não é à toa a insatisfação das eleitoras com Trump. Além das inúmeras declarações machistas e sexistas proferidas pelo presidente, muitas delas levadas a público durante sua campanha, Trump coloca-se do lado dos conservadores e contra o direito delas. Durante o seu primeiro ano na Casa Branca, tentou bloquear o acesso a cuidados de saúde para mulheres, permitindo aos estados cortar o financiamento da organização Planned Parenthood, que presta serviços de financiamento familiar – e que também faz intervenções voluntárias contra a gravidez, se solicitada, sendo por isso um alvo da direita conservadora norte-americana.

Proibiu também o financiamento a organizações de ajuda humanitária em outros países que incluem o aborto nos cuidados para a saúde. Segundo a Newsweek, houve um corte de cerca de 8800 milhões de dólares.

Desde a campanha para as eleições presidenciais de 2016, Trump teve um nível de aprovação bastante mais baixo entre as mulheres do que entre os homens. Um estudo de opinião do Pew Research Center de Maio mostrava que 46% dos homens dava um parecer favorável ao desempenho de Trump enquanto presidente, mas apenas um terço das mulheres norte-americanas fazia o mesmo.

Um objetivo e tanto

Em 2017, após as primeiras marchas contra o atual presidente, as organizadoras apelaram àquelas que protestavam- muitos e muitas pela primeira vez- para que se mantivessem ativas politicamente e que resistissem a Administração Trump. O apelo foi ouvido. Construíram-se forças políticas locais- inclusive nas zonas rurais, onde Trump se mantém forte- para agitar as eleições no Senado e na Câmera dos EUA, que acontecerão em novembro desse ano. Agora a Marcha das Mulheres voltou às ruas e se mostra como um movimento que também quer se afirmar politicamente, com o objetivo de eleger mais candidatas e candidatos que se preocupem com suas reivindicações.

"O voto é a ferramenta mais poderosa que vocês têm à vossa disposição", disse a atriz Eva Longoria na manifestação de Los Angeles. "Todos os que têm o privilégio de votar devem fazê-lo." O presidente da câmara, Eric Garcetti, do Partido Democrata, escreveu no Twitter que 600 mil pessoas participaram na marcha na sua cidade. "Se houvesse mais mulheres como as que vejo aqui hoje no Congresso, na Casa Branca, eleitas para governadoras, teríamos uma América muito melhor", disse o secretário do Comité Nacional do Partido Democrata, Tom Perez.

Donas de casa, trabalhadoras, artistas e celebridades participaram dos protestos. Nomes de Hollywood como Scarlett Johansson, Natalie Portman e Viola Davis participaram da marcha. Portman lembrou de como, aos 13 anos, descobriu o que é ser objetivada. Johansson subiu ao palco para explicar como ela tinha sido condicionada a agradar os homens porque sentia que seu valor profissional era medido pela conveniência deles. Enquanto Davis afirmou que a mudança virá, mas que não chegará sem custos.

Em entrevista para o The Washington Post, em especial ao jornal português Público, Terry Karro, com 66 anos e advogada em Washington, teme ser ingênua ao esperar que esses movimentos consigam eleger democratas suficientes para vencer os republicanos no Senado. Mas informa o plano: “o que temos dito é que se conseguirmos influenciar as pessoas de forma local, vamos conseguir espalhar o movimento de forma mais geral”.

A reportagem especial conta ainda sobre Ann Diamond, que foi uma das participantes na marcha de Twisp em 2017, e é agora candidata a um lugar na câmara dos representantes do estado de Washington. Concorre de forma independente, contra um republicano que ocupa o lugar há 15 anos. Diamond, médica, candidata-se por estar indignada com o que o Partido Republicano vem fazendo para tentar acabar com o Obamacare. “O nosso Governo parece ter deixado de nos representar”, afirma.

Algumas dificuldades do objetivo principal– diminuir o número de representantes republicanos nas eleições e aumentar os democratas- segundo o Washington Post, seriam a falta de uma liderança forte e a falta de financiamento por parte do Comitê Nacional Democrata, além da luta interna entre os ativistas do partido, o que pode limitar a colaboração.

"Seria bom que houvesse alguma direção estratégica para os esforços e não apenas valores gerais que partilhamos", comentou Dayna L. Cunningham, diretora executiva do Laboratório de Inovadores de Comunidade do Instituto de Tecnologia do Massachusetts, ainda para o jornal norte-americano. Para ela, é necessária uma coordenação de nível superior, divisão de trabalho e estabelecimento de objetivos, para a melhor organização frente ao objetivo para novembro.

Uma coisa é certa: as mulheres não deixarão de lutar frente ao avanço do conservadorismo defendido pela Administração de Donald Trump.

Agencias de noticias

MOB anuncia reajuste também para o Sistema semiurbano de transporte metropolitano






NOTA - Reajuste tarifário no sistema semiurbano de passageiros e Expresso Metropolitano


A Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB) do Governo do Maranhão informa, por meio de Nota Oficial, o reajuste tarifário nas linhas operadas no sistema semiurbano de passageiros e Expresso Metropolitano.

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) da Prefeitura de São Luís informou no último sábado (20) os reajustes tarifários na prestação do serviço de transporte público de São Luís. A correção é a primeira concedida pela SMTT depois da realização do processo de licitação do sistema público de transporte. O último reajuste ocorreu em março de 2016.

Nesse contexto, a MOB considera a necessidade técnica de integração do Sistema Semiurbano ao Sistema Urbano de Transporte Coletivo de Passageiros, mediante bilhetagem eletrônica, o que possibilita ao usuário amplo acesso à integração nos Terminais de Passageiros, aos ônibus que circulam na área Metropolitana, nos limites geográficos da Ilha da São Luís.

O reajuste tarifário justifica-se pelo equilíbrio econômico-finaceiro do Sistema de Transporte Coletivo Semiurbano de Passageiros para que os usuários tenham acesso aos Terminais Urbanos de forma equilibrada.

O valor da tarifa do Serviço Público de Transporte Coletivo Semiurbano passa de R$ 2,90 para R$ 3,10. Já o Expresso Metropolitano passa de R$3,10 para R$3,30. A medida do reajuste entra em vigor já neste dia 22 de janeiro de 2018.

Mesmo com reajuste, São Luís tem a tarifa mais barata entre as capitais





A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) anunciou sábado (20) o reajuste na tarifa de prestação do serviço de transporte público de São Luís. O valor da passagem das linhas integradas passa de R$ 2,90 para R$ 3,10 e as não integradas passam para R$ 2,70. Com as mudanças São Luís passa a ter apenas esses dois níveis de tarifa.

Os novos valores tarifários fixados por Decreto Municipal estão em vigor desde a 0h de segunda-feira, dia 22 de janeiro de 2018. Mesmo com o aumento, a capital maranhense continuará mantendo a tarifa mais barata de todas as capitais brasileiras.

O reajuste é o primeiro concedido pela SMTT depois da realização do processo de licitação do sistema público de transporte, realizada na primeira gestão do prefeito Edivaldo. De acordo com os contratos da licitação, a previsão era de que o aumento das tarifas ocorressem desde o mês de setembro do ano passado.

Durante o anúncio do reajuste o secretário da SMTT, Canindé Barros, explicou que o reajuste tarifário atende às regras do contrato de concessão do serviço. O último reajuste concedido às empresas que operam o sistema de transporte público da capital maranhense tinha ocorrido em março de 2016, há quase dois anos.

Quem está com seus cartões carregados, vale transporte e meia passagem, os créditos terão validade de 30 dias. Segundo explanou o secretário municipal de Trânsito e Transporte, Canindé Barros, havia necessidade de buscar o equilíbrio financeiro do sistema, por outro lado o compromisso de não aumentar os preços das passagens no primeiro ano da segunda gestão foi cumprido pelo prefeito Edivaldo.

Licitação

O reajuste segue o que está estabelecido pelo edital de licitação, a partir da aplicação da fórmula paramétrica que considera a variação de preços de uma série de insumos e despesas inerentes ao sistema de transportes.

"Estamos seguindo à risca o que estabelece a fórmula para que não haja questionamento judicial sobre o aumento concedido. Verificamos a evolução de preços até dezembro de 2017", esclareceu o secretário Canindé Barros.

A fórmula paramétrica é calculada com base nos preços dos maiores insumos do sistema, que são a mão de obra, variação dos insumos com base no IRPC, variação de diesel e IGP-DI, da Fundação Getúlio Vargas, que mensura investimentos em equipamentos.

Frota

Durante o anúncio, Canindé Barros deixou evidente que o reajuste está vinculado à qualidade dos serviços do sistema, uma das marcas da administração do prefeito Edivaldo, principalmente em relação à renovação da frota.

"São Luís conta hoje com 213 ônibus com ar-condicionado, sendo que em 2016 entraram no sistema, pelo menos 190 e o restante, no ano passado". Destes, 20 são ônibus da modalidade articulado.
Além da renovação da frota, o secretário Canindé Barros elenca uma série de ações e medidas que impulsionaram a melhoria da qualidade do sistema, como a implantação do GPS que requalificou o combate à fraude então elevada; bilhete único, cartão criança, implantação do CCO (Centro de Controle Operacional), fiscalizando de maneira online todo o sistema, entre outros. "Todos esses benefícios só foram possíveis com a licitação do sistema de transporte", enfatiza o secretário.

Pelo edital de licitação, a cada 10 anos, a substituição dos ônibus deve acontecer automaticamente. Desde a assinatura do contrato, a renovação da frota no sistema de transporte de São Luís alcançou o índice de 65%. Com isso, a média de fabricação dos ônibus em circulação que chegava a quase nove anos, baixou para 4,5 anos.

"A tendência é continuar fazendo essa renovação do sistema. Vamos exigir o cumprimento de tudo o que está previsto dentro do edital. A população exige transporte de qualidade e a gestão municipal está cumprindo esse compromisso. O reajuste é necessário para mantermos essa qualidade", afirma Canindé Barros.

Cidade Olímpica recebe obras frutos da parceria entre governo e prefeitura em aniversário de 21 anos do bairro


Completando 21 anos, o bairro Cidade Olímpica ganhou um presente que reflete na qualidade de vida de sua população – milhares de famílias que há décadas aguardavam melhorias em infraestrutura. 




Na noite da última sexta-feira (29), foi entregue as obras de pavimentação do bairro contemplando vias como a Avenida dos Agricultores, 23 de Março e 29 de dezembro, num total de 15 quilômetros de ruas que receberam pavimentação.Vias que nunca haviam recebido asfalto antes. As obras foram entregues aos moradores pelo governador Flávio Dino e o prefeito Edivaldo, que estavam acompanhados de secretários e deputados federais.

Vontade de Deus executada com a firmeza de ações da gestão e apoio da população, definiu o governador Flávio Dino sobre o momento. "Aos 21 anos do bairro, a população ganha o direito de morar com dignidade. Esta é uma região na qual fazemos vários investimentos em estrutura, que estão mudando a vida das pessoas. Apesar do cenário crítico, estamos fazendo tudo o que podemos para garantir o melhor aos maranhenses", pontuou o governador Flávio Dino.

"Essa é mais uma vitória para os moradores da região. Junto com o Governo do Estado temos melhorado a infraestruruta de vários bairros da capital e garantido mais mobilidade, segurança e qualidade de vida das pessoas. É um momento especial para o bairro, que aniversaria, coroando um conjunto de obras de infraestrutura que contemplam esta comunidade. É o resultado de uma ação conjunta das gestões, da luta dos moradores por um bem comum, que agora se colhe os frutos", ressaltou o prefeito Edivaldo. As obras realizadas no Bloco C da Cidade Olímpica alcançaram um total de 22 ruas.

O secretário municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), Antônio Araújo, destacou a importância da parceria institucional entre Prefeitura e Governo do Estado. "A obra vai melhorar significativamente a qualidade de vida dos moradores, resultado da sensibilidade dos dois gestores. Centenas de famílias da Cidade Olímpica vão poder viver de forma mais tranquila com estes investimentos em mobilidade". Os serviços incluem ainda sarjeta e meio-fio e calçada executados pela Prefeitura.

"Esse é um momento de agradecimentos por essa obra que nos foi prometida e cumprida. Momento de agradecer ao nosso governador, nosso prefeito e todos que são parceiros da nossa comunidade. Era o que esperávamos e temos a maior alegria com este dia", pontuou a presidente da Associação de Moradores da Cidade Olímpica, Kênia Delânia. 

Para quem mora no local, as condições mais adequadas vão possibilitar um tráfego bem mais tranquilo, sem riscos de acidentes. É o que pensa a auxiliar administrativo Celene Costa Neves, 49 anos. "A gente espera por essa melhoria há muitos anos. Andar aqui era difícil até à pé. Não entrava carro e era um isolamento. Com esse serviço, até a segurança vai ser melhor", disse ela, que é moradora do bairro há 18 anos.

Aos 60 anos, a vendedora de flores Maria da Piedade Teixeira diz ser um sonho realizado para quem mora no bairro. "Tínhamos muita dificuldade com a segurança e com a mobilidade mesmo. Não passava carro de polícia, ambulância, bicicleta. Era horrível aqui. Só terra. O asfalto trouxe uma cara nova para nosso bairro", enfatizou.

Presentes à agenda estavam também os secretários de Estado de Comunicação Social e Articulação Política (Secap), Márcio Jerry; de Infraestrutura, Clayton Noleto; da Casa Civil, Marcelo Tavares; o diretor-presidente do Viva-Procon, Duarte Junior; da Agência Metropolitana, Lucas Fernandes; o vice-prefeito, Julio Pinheiro; e os deputados federais Eliziane Gama e Weverton Rocha.

Mais infraestrutura


Além do asfalto, o bairro foi contemplado com uma série de obras estruturais promovidas pela Prefeitura e Governo que mudaram a vida dos moradores e transformaram o bairro, que era precário. Os investimentos incluem modernização de pontos de luz existentes e a expansão da rede para áreas descoberta do serviço, totalizando cerca de 220 novos pontos de luz no bairro, implantados pela Prefeitura.

Ruas como a 29 de Dezembro ganharam nova iluminação com luz branca. A Avenida da Agricultura também ganhou iluminação mais moderna proporcionando mais segurança para o local. Todas as demais vias da Cidade Olímpica e região contempladas com asfalto novo também receberam nova iluminação.

Prefeitura e Governo continuam com obras na região. A Prefeitura está com ações do programa "Asfalto na Rua" no Residencial Tiradentes, dando prosseguimento à pavimentação, implantação de meio-fio e sarjeta nas vias do bairro. A Prefeitura pavimentou cerca de 5 km de ruas do Bloco C; na Vila Sapinho, em parceria com o Governo, implantou 1,2 km de drenagem profunda. Somando as duas ações, a região já recebeu mais de 20 km de pavimentação asfáltica.

Sinproesemma protocola pauta da campanha salarial 2018 da rede estadual

A direção do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão protocolou, na última quarta-feira (17), na Secretaria de Educação do Estado (Seduc), a pauta da Campanha Salarial 2018. O texto, composto por 22 itens, reflete as principais necessidades dos profissionais do magistério da rede estadual de educação e será tema da próxima reunião com o governo, marcada para o dia 25 deste mês.

Entre as prioridades está a recomposição salarial de 6,81%, referente ao reajuste do piso nacional do magistério de 2018, que o sindicato defende que seja aplicado sobre os vencimentos da categoria, como assegura o Estatuto do Educador. Já para os funcionários de escolas, o Sinproesemma defende, como instrumento de valorização profissional, a extensão do Programa Profuncionário.

Outros itens importantes da pauta são,  automaticidade das progressões e a regularização imediata das progressões dos professores que, mesmo tendo preenchido os requisitos dispostos no Estatuto do Magistério,o, não tiveram seus direitos assegurados

Alguns itens da pauta já foram apresentados e discutidos previamente na primeira reunião com o governo, realizada no início deste mês na qual o governo se comprometeu dar algumas respostas ao Sinproesemma no próximo dia 25 janeiro.

Primeira reunião com o governo realizada no dia 3 de janeiro


Confira, na íntegra, a pauta da Campanha Salarial 2018:

Recomposição salarial sobre o vencimento conforme o disposto no Estatuto do Educador;
Cumprimento da implantação das gratificações do Estatuto do Educador: Área de Risco e Difícil Acesso;
Extensão da gratificação de 30% da educação especial aos professores (as) para quem atua em unidades escolares com salas multifuncionais;
Concessão das Promoções, Titulações e automaticidade das Progressões;
Regularização imediata das Progressões dos (as) professores (as) que mesmo tendo preenchido os requisitos dispostos no Estatuto do Magistério não tiveram seus direitos assegurados;
Garantir a Unificação de duas matrículas ao interesse do Professor (a);
Manutenção da política de ampliação e unificação de matrícula conforme o período estabelecido em lei;
Recomposição salarial para os funcionários da educação pelo aumento da gratificação do Profuncionário;
Criar o programa Estadual do Profuncionário;
Extensão da oferta do Programa Estadual do Profuncionário a todas Regionais através dos IEMAS;
Implantação do Curso de Tecnólogo superior em Processos Escolares para funcionário de escola;
Concurso público permanente para todas as áreas da Educação;
Implantar nos Centros de Ensino a Universalização da Internet e Laboratórios de Robótica, Tecnologia, dentre outros;
Implantação da formação continuada em todas as áreas como política permanente na rede estadual de ensino;
Garantir condições dignas de trabalho com melhorias na estrutura material e física das Unidades Escolares;
Ampliação e efetivação da política de combate à violência na escola;
Fim da terceirização na educação;
Atualização do valor do vale transporte;
Garantir vale-alimentação aos profissionais da educação;
Regionalização do atendimento à saúde do servidor público;
Manutenção da aposentadoria especial dos profissionais do magistério;
Não adoção por parte do governo do Estado das reformas feitas pelo governo Michel Temer.


Fonte: Sinproesemma 

Sinproesemma homenageia aposentados com uma manhã de confraternização


Em homenagem ao Dia Nacional do Aposentado, comemorando no dia 24 de janeiro, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma) realizou, no sábado (20), na sede social, no Laranjal, em São José de Ribamar, uma manhã de confraternização com os aposentados da entidade. Na programação teve feijoada e capoterapia para animar os idosos.



O evento começou por volta das 10h, quando as aposentadas foram convidadas para participar da atividade do grupo de Angola-capoterapia. A prática é forma de terapia alternativa a partir de instrumentos e movimentos da capoeira, com o objetivo de estimular o hábito da atividade física.

Segundo o coordenador do grupo Angola-capoterapia, mestre Bamba, a atividade contribui de forma significativa para a saúde, ajudando a diminuir as taxas de colesterol e combatendo a pressão alta, grandes vilões da terceira idade.

Para a secretária de Aposentados, Eunice Brussio, o evento mostra o esforço do Sinproesemma com a saúde dos aposentados e amplia a grade de atividades, que já conta com a acupuntura e massagens, oferecidas na sede administrativa do Sinproesemma, no Centro.



Na opinião do presidente do Sinproesemma, Raimundo Oliveira, a atividade, que comemora antecipadamente o Dia Nacional do Aposentado, é uma forma de homenagear quem contribuiu bastante com a educação pública. “É uma forma de se exercitar e interagir, proporcionando a integração dos aposentados em prol da saúde de cada um, afinal eles deram muitas contribuições para os avanços da educação”, afirmou.

Presenças

O ex-presidente do Sinproesemma, Julio Pinheiro, que hoje é vice-prefeito de São Luís, participou das atividades com os aposentados e também parabenizou os idosos. O vereador de Imperatriz, Carlos Hermes, membro da direção do Sinproesemma, também marcou presença no evento.







Fonte: Sinproesemma