sexta-feira, 13 de abril de 2018

Dirigente do PC do B, Júlio Pinheiro repudia funcionário de Wellington do Curso por agressão às mulheres

Para o dirigente do Partido Comunista do Brasil e professor, Júlio Pinheiro, a atitude de Hilton Franco foi no mínimo um mau exemplo como professor que diz ser, o blogueiro e assessor do deputado Wellington do Curso.





A atitude repugnante de misoginia e machismo do professor do curso Wellington e amigo de longas datas do proprietário do curso continua repercutindo negativamente na sociedade e nas redes sociais.

Desta vez, quem repreendeu o amigão do deputado Wellington do Curso foi presidente municipal do PC do B,  vice-prefeito de São Luís e  ex-presidente do sindicato de professores, Júlio Pinheiro. Em sua página pessoal, Pinheiro lembrou que vivemos tempos de grave crise política e é neste cenário de intolerância que se manifestam o fascismo e o radicalismo sectário.

Júlio ainda disse que atitudes como a de Hilton Franco, que atacou verbalmente a presidente nacional do PT Gleisi Hoffmann e a presidenciável Manuela D’ávila do PC do B, precisam ser combatidas todos os dias.

Só para constar, o patrão do “professor” já emparedou seu funcionário. Wellington garantiu que vai dar uma apenas uma “leve suspensão” no amigo.

O caso da agressão pegou mal e teve grande repercussão entre as mulheres de todo o país, além de Pinheiro, a deputada federal Eliziane Gama repercutiu o caso em Brasília, além das citadas nas ofensas. GrupoS de defesa das mulheres também repudiaram a violência que atingiu todas as mulheres. RELEMBRE AQUI A AGRESSÃO PROFERIDA POR HILTON FRANCO

Veja a postagem de Júlio Pinheiro:



Com informações do blog Marrapá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.