sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

NASSIF: MARCELO BRETAS ASSUME POSIÇÃO POLÍTICA DE OPOSIÇÃO A LULA





Para o jornalista Luis Nassif não restam mais dúvidas sobre as aspirações políticas do juiz federal Marcelo Bretas, responsável pelos processos da Lava Jato no Rio de Janeiro; "O fato de ele entrar publicamente em discussões com membros de peso do PT só comprova que seu projeto político já está sendo colocado em prática", diz; "Tanto em relação à política quanto a sua popularidade por conta da Lava Jato, este pode estar sendo um momento favorável para iniciar uma trajetória nesse sentido com objetivos a médio e longo prazo", ressalta o texto


247 - Para o jornalista Luis Nassif não restam mais dúvidas sobre as aspirações políticas do juiz federal Marcelo Bretas, responsável pelos processos da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro. "Ao que parece, ele já nem tenta mais esconder suas posições partidárias, por exemplo", diz Nassif

"Cerca de duas semanas após ter dito a emblemática frase "A Justiça precisa ser temida" em entrevista à Miriam Leitão, na Globo News, o Dr. Marcelo Bretas repetiu a expressão em seu Twitter, dessa vez relacionando-a ao julgamento do ex-presidente Lula na Operação Lava Jato em segunda instância, o que já denota uma posição partidária do juiz da 7ª Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro", observa o jornalista.
"Em sua conta na rede social, Dr. Marcelo Bretas escreveu que "A Justiça deve ser REVERENCIADA por TODOS e TEMIDA pelos CRIMINOSOS" ao compartilhar uma nota do site O Antagonista. O texto comenta uma reunião entre petistas e o TRF-4 para tratar de ameaças de conflitos durante o julgamento de Lula em Porto Alegre no dia 24 de janeiro e ainda afirma que juízes do Rio Grande do Sul têm recebido ameaças e teriam tirado suas famílias do estado. Foi a oportunidade que o Dr. Bretas encontrou para, mais uma vez, expor seu posicionamento em relação ao comportamento Justiça", completa.

"O juiz não só repetiu a frase no Twitter como usou a mesma rede social nos dias que se seguiram para atacar outros integrantes do PT. "É impressão ou há senadores da República conclamando grupos de pessoas para atos de violência?", postou Dr. Bretas, referindo-se a Lindbergh Farias. O senador havia postado um vídeo apoiando a declaração de Gleisi Hoffmann, presidente do Partido dos Trabalhadores, que convocou a esquerda a se fortalecer e não aceitar a condenação de Lula, se isso vier a acontecer" destaca Nassif em sua análise.

"Para mim, está claro que o juiz Marcelo Bretas está começando sua atividade política enfrentando aquele que ele considera seu maior oponente. O fato de ele entrar publicamente em discussões com membros de peso do PT só comprova que seu projeto político já está sendo colocado em prática. Não me parece que haja tempo hábil para alguma candidatura ainda em 2018. Mas, tanto em relação à política quanto a sua popularidade por conta da Lava Jato, este pode estar sendo um momento favorável para iniciar uma trajetória nesse sentido com objetivos a médio e longo prazo", ressalta o texto

Fonte: 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.