terça-feira, 21 de março de 2017

Prefeitura de São Luís participa de evento estadual que discute a preservação das águas




Representando o prefeito Edivaldo, o vice-prefeito de São Luís, professor Julio Pinheiro, participou da abertura dos debates da XI Semana Estadual de Proteção e Preservação das Águas Doces, promovida pelo Governo do Estado, por meio da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema).

O evento, aberto no último sábado (18), com a Corrida Mais Saneamento, na orla de São Luís, coloca em discussão a importância do uso consciente e sustentável das águas e de ações que preservem a qualidade do recurso, com destinação correta de águas residuais, a fim de garantir a qualidade de vida nas cidades.



O vice-governador Carlos Brandão, que representou o governador Flávio Dino no evento, destacou a importância de levar essa discussão sobre preservação das águas para os municípios do Maranhão e para as escolas, desenvolvendo conteúdos de educação ambiental. "Ainda é pequeno o nível de consciência das pessoas com relação à preservação, por isso é importante estender o debate para todos os municípios do estado e para as escolas", disse.

O vice-prefeito de São Luís, professor Julio Pinheiro, ressaltou que a preservação ambiental para ofertar água de boa qualidade à população é um tema de grande importância para as cidades e para o Estado, que devem priorizar a preservação de seus mananciais. "A preservação do meio ambiente como alternativa de melhoria de vida das pessoas é inclusive tema da campanha da fraternidade deste ano, que chama a atenção para a proteção dos biomas brasileiros. As águas representam um grande patrimônio da humanidade que precisa ser preservado para garantir a qualidade de vida das pessoas", ressaltou Julio Pinheiro.

AÇÕES

O vice-prefeito destacou que, no âmbito da Prefeitura de São Luís, já foram dados passos importantes nesse sentido, como a criação dos Ecopontos, que são espaços criados com o objetivo de receber os bagulhos volumosos que não só recolhidos pela coleta regular, que pode comprometer a qualidade das águas e a saúde da população. "Com destinos adequados ao lixo, contribui-se para a preservação ambiental e consequentemente para a melhoria das águas e da vida", enfatizou.

A XI Semana Estadual de Proteção e Preservação das Águas se estende até quinta-feira (22), Dia Internacional da Água, encerrando com a mesa redonda "O cenário dos recursos hídricos no Maranhão: a realidade das Bacias do Munim, Mearim, Itapecuru e Bacanga". A mesa redonda começa às 8h, no auditório da Casa Civil do Estado, Palácio Henrique de La Roque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.