terça-feira, 26 de junho de 2018

Othelino Neto recebe secretário de Trabalho e Economia Solidária








O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), recebeu, na segunda-feira (25), o secretário de Estado de Trabalho e Economia Solidária, Hernando Macedo, acompanhado do deputado estadual Fábio Macedo (PDT), primeiro vice-presidente do Legislativo Estadual. Os três conversaram sobre o programa “Rua Digna”, cuja segunda etapa foi lançada na manhã de hoje, pelo governador Flávio Dino, no Palácio Henrique de La Rocque.

De acordo com o presidente da Assembleia, o “Rua Digna” é um programa que beneficia não apenas os moradores das ruas que recebem o calçamento. “Ele tem um alcance social muito elevado, porque envolve a população, os fabricantes e as associações. Lembrando, também, que foi criado por intermédio de lei aprovada pelo Parlamento. E une as comunidades em torno de um objetivo comum”.

Hernando Macedo, que completou um mês à frente da pasta, em substituição ao deputado federal Julião Amin (PDT), justificou sua visita ao deputado mencionando a importância do “Rua Digna”, que contempla 133 ruas em São Luís, somando 245 artérias em toda a Grande Ilha, englobando toda a região metropolitana.

“O ‘Rua Digna’ é um programa que melhora a qualidade de vida das pessoas. Os bloquetes utilizados para o calçamento das ruas são fabricados pelos detentos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, mediante convênios com associações e adquiridos pela nossa Secretaria, chegando ao custo final muito abaixo do preço de mercado. No mercado comum, o valor chega a R$ 3,20, enquanto, via convênio, sai por apenas R$ 0,98 centavos a unidade”, informou Hernando Macedo.

O deputado Fábio Macedo reportou-se ao “Rua Digna” como uma das mais importantes ações do governo Flávio Dino. “É um programa que propicia benefícios diversos, já que produz geração de renda em cadeia. Um desses benefícios é a pavimentação de centenas de artérias em todos os municípios da Grande Ilha. Louvável, sob todos os aspectos e conta com total apoio da Assembleia”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.