segunda-feira, 14 de maio de 2018

Itaqui e Seduc levarão mais de mil estudantes da rede pública para conhecer o Porto






Nesta semana o Porto do Itaqui deu início a uma parceria com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) que tem por objetivo aproximar o porto dos alunos da rede pública.

A solenidade, na última quarta, 18, de lançamento do Programa de Visitas Especiais foi aberta pelo presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), Ted Lago, e pelo subsecretário de Estado da Educação, Danilo Moreira, que representou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

“Para nós é uma honra poder recebê-los e contribuir na construção do projeto de vida de cada um de vocês”, afirmou Ted Lago aos estudantes. “Nós estamos preparando o porto para que vocês estejam aqui no futuro”, completou.

Danilo Moreira, subsecretário da Seduc, disse que a parceria com a EMAP representa um estímulo para que o aluno conecte o conteúdo da escola com a profissão que vai escolher.

“O Porto do Itaqui é um equipamento público muito importante para a economia do Maranhão e vai precisar desses jovens que estão em nossa rede, para que sejam os futuros profissionais em atividade aqui”, disse.

O evento contou com a presença de 42 alunos do Centro de Educação Integral Almirante Tamandaré, acompanhados pelo secretário adjunto de Programas e Projetos Especiais, Ismael de Almeida Cardoso, e pelos professores Maria das Graças Santos Ferreira, Rafael Corrêa e André Luís.

Aula inaugural


Após a apresentação do diretor de Operações da EMAP, José Magalhães, sobre as potencialidades do Porto do Itaqui para o Maranhão e para o Brasil, o grupo visitou a área de cais.

Os alunos ficaram sabendo de alguns detalhes curiosos a respeito das operações portuárias e embarcações e também o quanto o porto está próximo de suas vidas: do pãozinho do café da manhã até o combustível que chega por aqui e abastece postos maranhenses, piauienses, chegando até a região Centro-Oeste do país.

Para Natalie Carvalho, do 2º ano do Ensino Médio, a visita abriu um portal para a busca de conhecimento com foco no futuro profissional. “Tinha muita expectativa para saber como funcionava o porto e está sendo uma experiência incrível porque estamos vendo a importância que ele tem não só para o Maranhão, mas também para o Brasil e o mundo”, afirmou.

“Essa parceria é sensacional porque está dando oportunidade para o aluno da escola pública incluir o Porto do Itaqui no seu projeto de vida”, disse o professor de Geografia e Projeto de Vida, Rafael Correa.

Segundo ele, depois da visita, o porto vai continuar na sala de aula. “As dimensões, a questão dos países, coordenadas e latitudes... Aqui tem uma infinidade de conhecimento que vai além da geografia. Nós podemos aprender física, economia, química, ou seja, temos nesse projeto a oportunidade de vivenciar um conhecimento holístico”, afirmou.

Para o professor de Sociologia Francisco Carvalho, que participou da visita à tarde, a iniciativa é muito positiva para os alunos porque, “além de conhecer um pouco mais sobre como se desenvolve o estado do Maranhão por meio do sistema portuário, eles estão conhecendo profissões que nem sabiam que existia, como o prático, o profissional de logística, entre outras.”

Até o final do ano cerca de 1.000 alunos de 13 unidades de ensino visitarão o Porto do Itaqui por meio dessa parceria. São 26 grupos agendados e as visitas estão marcadas para as quartas-feiras, em dois turnos, pela manhã e à tarde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.