quinta-feira, 31 de maio de 2018

Governo, Prefeitura e feirantes buscam soluções para falta de produtos nos mercados para reduzir os efeitos da crise federal


Gestores de mercados e de feiras de São Luís debateram, nesta quarta-feira (30), com representantes da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) e Prefeitura de São Luís alternativas para amenizar a problemática do desabastecimento na Região Metropolitana de São Luís a partir da greve dos caminhoneiros. Participaram da reunião o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Pesca, Edjahilson Souza; e o secretário municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Ivaldo Rodrigues.

Foram debatidas alternativas para resolver as dificuldades para a chegada de alimentos produzidos no Maranhão como batata, cenoura e tomate. O secretário estadual Edjahilson Souza informou que mediante as manifestações dos caminhoneiros nas estradas, em todo o Brasil, o Governo do Maranhão busca garantir o andamento dos serviços públicos reduzindo os efeitos da crise federal.

“Essa reunião fez uma análise geral do abastecimento das feiras e mercados que recebem produtos da Central de Abastecimento (Ceasa), como hortifrúti e hortaliças e, mediante as questões levantadas pelos gestores dos mercados e feiras, foi criado um mapeamento da situação do abastecimento na ilha”, explicou Edjahilson Souza.

Feirante do bairro do João Paulo, Luiz Alberto destaca que a reunião serviu para esclarecer dúvidas e criar alternativas para minimizar a ausência dos produtos no comércio. “Quero agradecer aos secretários pela sensibilidade em nos ouvir e de alguma forma nos ajudar a enfrentar a falta dos produtos o que mostra a preocupação por parte do governador com a população em geral”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.