segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

TEMER DEVOLVE DEFESA A UM GENERAL E DESLOCA JUNGMANN PARA A SEGURANÇA





Pela primeira vez desde que foi criado, o Ministério da Defesa não será mais comandado por um civil; Michel Temer escolheu o ministro atual ministro da Defesa, Raul Jungmann, para assumir o novo ministério da Segurança Pública; decisão foi tomada no domingo e o anúncio será feito nesta segunda-feira, 26; no lugar de Jungmann na Defesa assume o general Joaquim Silva e Luna, atual secretário-geral da pasta; ele foi chefe do Estado Maior do Exército e é general do Exército da reserva


Michel Temer escolheu o ministro Raul Jungmann para assumir o novo ministério da Segurança Pública. A decisão foi tomada hoje e o anúncio será feito nesta segunda-feira, 26. O ministério será criado por Medida Provisória.

No lugar de Jungmann na Defesa assume o general Joaquim Silva e Luna, atual secretário-geral da pasta. Ele foi chefe do Estado Maior do Exército e é general do Exército da reserva.

O nome do ministro sempre foi o preferido do governo para a nova pasta que será responsável pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Departamento Penitenciário Nacional e Secretaria de Segurança Pública, hoje vinculadas ao Ministério da Justiça.

Temer se reuniu hoje com Jungmann no Palácio do Jaburu, além dos ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria de Governo), Sergio Etchegoyen (GSI) e o deputado Darcisio Perondi (MDB-RS), vice-líder do governo.

As informações são da Coluna do Estadão.



Fonte: 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.