quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

PF QUESTIONOU PRESIDENTE DA FECOMÉRCIO SOBRE CONTRATAÇÃO DO MESMO ADVOGADO DE LULA





Ao que tudo indica, para a Polícia Federal, a contratação pela Fecomércio do mesmo escritório de advocacia —cujo mérito é amplamente reconhecido no meio jurídico— de Lula é algo digno de suspeita; a PF questionou o presidente da instituição sobre as motivações por trás da contratação do escritório de Roberto Teixeira e Cristiano Zanin, indicando uma perseguição ao time de defesa do ex-presidente, que sistematicamente mostra a parcialidade das investigações

Em um sinal de perseguição aos advogados que participam da defesa do ex-presidente Lula, a Polícia Federal questionou ao presidente da Fecomércio, Orlando Diniz, sobre quais eram suas motivações ao contratou o escritório de Roberto Teixeira e Cristiano Zanin, que lidera a lista de recebimentos com esses serviços em R$ 68 milhões.

Diniz confirmou a escolha, mas disse não se lembrar do valor pago a eles. De acordo com as investigações, R$ 1 milhão foram pagos em dinheiro.

Diniz foi preso na última sexta-feira acusado de desviar recursos do Sistema "S" por meio de notas frias e empregar funcionários fantasmas na Fecomércio a pedido de Sérgio Cabral.

As informações são de reportagem de O Globo.



Fonte: 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.