quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

MEIRELLES COGITA CANDIDATURA FORA DO PSD





Filiado ao PSD, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, já cogita deixar o partido em nome de sua candidatura à Presidência; o PSD admite que Meirelles deve perder o apoio da sigla, que tem se aproximado de Geraldo Alckmin; para aliados de Meirelles, se esse cenário se consolidar, o chefe da equipe econômica pode migrar para outra legenda da base aliada do Palácio do Planalto para ser o candidato governista

O PSD admite que o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, deve perder o apoio da sigla para disputar a Presidência da República. Para aliados de Meirelles, se esse cenário se consolidar, o chefe da equipe econômica pode migrar para outra legenda da base aliada do Palácio do Planalto para ser o candidato governista.

Com 40 deputados federais – a quarta maior bancada da Câmara – o PSD se aproximou do PSDB e tende a subir no palanque do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, na campanha pelo Palácio do Planalto.

A mudança de estratégia da legenda, que tem o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, como presidente licenciado, foi divulgada nesta terça-feira, 6, pelo jornal Valor Econômico e confirmada pelo Estado.

O entorno de Meirelles acredita que ele consiga melhorar o desempenho nas pesquisas de intenção de voto se deixar o ministério e puder circular livremente como pré-candidato. Na mais recente pesquisa Datafolha, divulgada no dia 31 de janeiro, Meirelles apareceu com 2% no melhor cenário.

O ministro tem viajado pelo Brasil e investido nas redes sociais para se tornar mais conhecido, mas ainda não começou a costurar alianças partidárias para concorrer à Presidência.

As informações são de reportagem de Pedro Venceslau no Estado de S.Paulo.


Fonte: 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.