segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

LULA VAI SER ACUSADO DE SER USUFRUTUÁRIO DAS REFORMAS NO SÍTIO





Nesta segunda, as testemunhas no terceiro processo em que o ex-presidente Lula na Justiça Federal no Paraná começam a ser ouvidas; inquérito é referente ao sítio em Atibaia (SP), que é como vantagem indevida por um esquema de corrupção envolvendo empreiteiras e a Petrobras; força-tarefa do MPF (Ministério Público Federal) deve acusar Lula de ser usufrutuário das reformas do sítio, uma vez que não tem provas de que ele seja o proprietário

Começam a ser ouvidas nesta segunda-feira (5) as testemunhas no terceiro processo em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é réu na Justiça Federal no Paraná. Elas devem fornecer informações para que a Justiça decida se o petista recebeu ou não um sítio em Atibaia (SP) como vantagem indevida por um esquema de corrupção envolvendo empreiteiras e a Petrobras.

Na denúncia, a força-tarefa do MPF (Ministério Público Federal) deve acusar Lula de ser usufrutuário do sítio. Para chegar a essa conclusão, os procuradores indicam desde pedalinhos com os nomes de netos do ex-presidente a objetos pessoais de Lula e da ex-primeira-dama Marisa Letícia encontrados no imóvel.

Em defesa do petista, seus advogados dizem que "não existe qualquer elemento mínimo que permita cogitar que Lula praticou qualquer dos crimes indicados". Os advogados também negam que o sítio seja do petista.

Segundo o MPF, “Lula obteve valores oriundos do esquema criminoso, por intermédio da realização de investimentos dissimulados em benfeitorias em um sítio em Atibaia”.
Fonte: 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.