quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

SEM DEMOCRACIA, BOLSONARO LIDERA E NULOS DISPARAM





Em um cenário de suspensão democrática, com a candidatura de Lula impedida na Justiça, a pesquisa Datafolha mostra que o deputado Jair Bolsonaro passa a liderar a corrida presidencial; a quantidade de votos nulos ou em branco, no entanto, dispara: percentual de eleitores que diz não saber em quem votar ou que votaria em branco ou nulo sobe de 16% para 28% quando o ex-presidente não é um dos candidatos

A nova pesquisa Datafolha mostra que, em um cenário de supressão democrática, com a candidatura do ex-presidente Lula impedida na Justiça, o deputado Jair Bolsonaro passa a liderar a corrida presidencial. A quantidade de votos nulos ou em branco dispara: percentual de eleitores que diz não saber em quem votar ou que votaria em branco ou nulo sobe de 16% para 28% quando o ex-presidente não é um dos candidatos

Apesar de liderar a corrida sem Lula, Bolsonaro parou de crescer. Ele oscilou negativamente em todos os quadros apresentados na pesquisa, em comparação com o levantamento de novembro.

No início de janeiro, reportagens da Folha revelaram que o patrimônio de Bolsonaro e de sua família se multiplicou depois que ele entrou na política, e que o deputado recebe auxílio-moradia da Câmara apesar de ser dono de apartamento em Brasília.

A saída de Lula impulsionaria principalmente Marina e Ciro Gomes. Na comparação de cenários com e sem a participação do ex-presidente, Marina passa de 8% para 13%, enquanto Ciro cresce de 6% para 10%.

Outros candidatos também crescem quando Lula está fora do páreo, mas de forma mais tímida: tanto Geraldo Alckmin quanto Luciano Huck sobem de 6% para 8%.

No cenário sem Lula, um dos possíveis candidatos do PT, o ex-governador baiano Jaques Wagner, aparece com 2%. O percentual de eleitores que diz não saber em quem votar ou que votaria em branco ou nulo sobe de 16% para 28% quando o ex-presidente não é um dos candidatos.

As informações são de reportagem de Bruno Boghossian na Folha de S.Paulo.


Fonte: 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.