quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Mateus Porto, irmão do assassino de Mariana Costa, Lucas Porto agride irmã da vítima

Do blog Luis Cardoso

O que dizer do irmão de um assassino de mulher. que agride mulher? Confira a informação do blog Luis Cardoso.

Mateus Porto, irmão do assassino de Mariana Costa, Lucas Porto agrediu fisicamente Juliana Costa, irmã de Mariana, na saída de Lucas do Hospital Nina Rodrigues. Mariana e Juliana são sobrinhas-neta do ex-senador José Sarney.

Ele tentou hoje ao meio dia impedir Juliana Costa de fotografar Lucas Porto quando estava saindo do hospital Nina Rodrigues. Primeiro ele deu um bofete na cara de Juliana, logo após a empurrou.

Juliana já esteve na delegacia registrando um BO contra Mateus Porto. O empresário Lucas Porto estuprou e matou Mariana Costa em novembro do ano passado. Ele foi preso no mesmo dia do crime e confessou tudo. Hoje ele esteve na colônia Nina Rodrigues para fazer exames que comprovem que tem problemas mentais. Os exames foram feitos e os resultado será conhecidos em 60 dias.


Assassino da publicitária Mariana Costa faz exames para mostrar que tem problemas mentais




O empresário Lucas Porto, 37 anos, passou a manhã de hoje no Hospital Nina Rodrigues fazendo exames para tentar provar que sofre de problemas mentais, atendendo a estratégias montadas por familiares por causa do assassinato da publicitária Mariana Costa Araújo, morta por ele em 14 de novembro do ano passado. Em seguida ele retornou ao presídio de Pedrinhas, onde cumpre prisão e aguarda julgamento. O resultado do exame será conhecido em 60 dias.





Réu confesso do crime, Lucas Porto passou a adotar a tática de defesa de que teria problemas mentais, o que seria uma forma de livrá-lo do ambiente de Pedrinhas. Porém, a família da vítima contesta a argumentação e, segundo a -ex-mulher do empresário, Carol Costa Araújo, irmã de Mariana, ele nunca apresentou nenhum desequilíbrio. Ambas são netas-sobrinha do ex-senador José Sarney.


A mãe de Porto, a professora universitária Eliene Porto, disse que o filho já vinha apresentando comportamento psicopata e ousou ao afirmar que houve, sim, adultério entre os dois cunhados.


Porém, o próprio empresário foi quem confessou no dia do crime que nunca houve nada entre os dois e ainda confirmou que estuprou e asfixiou a cunhada. A família da vítima reagiu revoltada com a insinuação da mãe de Lucas Porto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.