quarta-feira, 12 de julho de 2017

Fátima Araújo quer implantação de Projeto de Lei de combate à Dengue com planta “citronela”





A vereadora Fátima Araújo (PC do B) protocolou na Câmara Municipal uma indicação ao Governo do Estado, para que o Executivo institua no município, um Projeto de Lei de sua autoria que incentiva o cultivo das plantas “citronela” e “crotalária juncea”, como método natural de combate à Dengue na capital.

Segundo a parlamentar, o objetivo do projeto é combater a Dengue, por meio do incentivo ao cultivo de mudas das plantas. As ações seriam desenvolvidas pelos agentes da Secretaria Municipal de Saúde, concomitantemente às ações de visitas e mutirões de combate nas residências, comércios, indústrias e demais áreas públicas, estendendo-se às escolas municipais com campanhas educativas, distribuindo a planta e sementes aos alunos, conscientizando sobre a nova forma de combater a dengue pelo controle biológico.

De acordo com Fátima Araújo, a Citronela é uma planta conhecida pelos seus efeitos repelentes, principalmente contra mosquitos e borrachudos. A ação de apenas uma planta pode atingir uma área de até cinquenta metros quadrados, o método já é utilizado pela Dra. Terezinha Rêgo e reconhecido em outros estados.

Na opinião da parlamentar, além de combater o mosquito da Dengue, as plantas embelezarão a cidade.

“As plantas de que trata o projeto não causam danos à saúde por serem um repelente ecológico e não existem registros de ocorrências de reações alérgicas, e já é utilizado pela Dra. Terezinha Rêgo há muito tempo. O método não dispensa os cuidados de cada morador com o seu ambiente doméstico e do governo com os espaços públicos, mas é uma ajuda importante e ambientalmente adequada, e, além disso, fornece a beleza das flores e saúde para a cidade”, justificou a vereadora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.