quinta-feira, 18 de maio de 2017

Relator da Lava Jato afasta Aécio do mandato





Na manhã desta quinta-feira (18) Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão em imóveis do senador no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte.


Fonte: ZHPolítica

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato, determinou o afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) do mandato de senador e de Rocha Lourdes (PMDB-PR) do mandato de deputado federal. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Na manhã desta quinta-feira (18), a Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão em imóveis de Aécio Neves no Rio de Janeiro onde um chaveiro foi chamado para arrombar o gabinete do senador, PF também vistoria imóvel do senador em  Belo Horizonte. O presidente do PSDB foi denunciado pelo empresário Joesley Batista de pedir dinheiro em meio às investigações da Operação Lava-Jato. O valor de R$ 2 milhões foi rastreado e chegou ao senador Zezé Perrella (PMDB-MG).


Mais informações

Acompanhe a repercussão da crise no governo e ações da Lava-Jato
Em nota, Aécio Neves diz estar "absolutamente tranquilo"

Andreia Neves, irmã de Aécio, e Altair Alves, ligado ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) também são alvo da operação. Andreia está no Exterior e será presa assim que chegar ao Brasil.

Segundo a Coluna do Estadão, a PF cumpre mandado de busca e apreensão no gabinete de Aécio e de Zezé Perrella (PMDB-MG) no Senado. O presidente da Casa, Eunício Oliveira, foi informado da ação e autorizou a entrada dos policiais acompanhada de um funcionário indicado por ele.

Leia as últimas notícias sobre a Operação Lava-Jato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.