sexta-feira, 19 de maio de 2017

Cabo Campos faz visita técnica a prédio que receberá Companhia da PM no Angelim




O bairro Angelim, em São Luís, contará com uma Companhia da PM-MA (Polícia Militar do Maranhão) daqui há dois meses. O processo de implantação da unidade policial conta com o apoio do deputado estadual Cabo Campos (DEM) e a parceria da SSP (Secretaria de Estado da Segurança Pública).

“Entramos em contato com o secretário de Segurança ontem. Ele se comprometeu, prontamente, em conhecer as instalações do prédio e fazer uma Companhia, o que proporcionará aumento do fluxo policial na região”, contou o parlamentar, ressaltando a necessidade de adequação do ambiente à atividade policial. “O nosso policial militar não pode trabalhar em um ambiente inóspito”, enfatizou o parlamentar.

A implantação da companhia é um sonho antigo e deve trazer tranquilidade a moradores. Segundo eles, os assaltos a transeuntes e a utilização de ruas como rotas de fuga são frequentes na região.

“Na minha visão, este é um ponto muito bom. O lugar é muito favorável e atende toda uma região periférica. Além disso, o bairro sofre com assaltos e possui, pelo menos, cinco ou seis saídas que servem como rota de fuga para os bandidos. Eles vêm a polícia chegando lá em cima e saem por trás”, revelou o morador Marcos Jonas Reis.

A nova companhia será sediada na AMA (Associação de Moradores do Angelim) e atenderá a área Norte da capital, que abrange bairros como Angelim, Novo Angelim, Angelim Velho, Ipem Angelim, Residencial Pinheiros e Bequimão. A AMA colocou à disposição da PM-MA parte de suas instalações. A iniciativa deve facilitar a instalação, já que a corporação não arcará com aluguéis e contas de energia por exemplo.

Um comentário:

  1. tomara que seja verdade, não caia no esquecimento kkkk
    angelim tem assalto toda hora principalmente nos apartamentos, estão escalando e roubando, eu mesma fui assaltada no dia 09 de abril, moro no terceiro andar, o meliante escalou e levou 01 notebook, 3 celulares, e dois, prejuizo mais de 4 mil reais.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário aqui.