sexta-feira, 19 de maio de 2017

Cabo Campos avalia como positiva a audiência com aprovados sub judice da PMMA




O deputado estadual Cabo Campos (DEM) considerou satisfatório o resultado da audiência com os candidatos sub judice do concurso realizado pela PM-MA (Polícia Militar do Maranhão) em 2012. Na ocasião, os aprovados apresentaram suas reinvindicações ao secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela. A audiência foi promovida pela Comissão de Segurança Pública no Auditório Fernando Falcão, localizado na Assembleia Legislativa do Maranhão.

Cabo Campos diz que acredita na sensibilidade do governo em relação à situação desses aprovados e espera uma resposta positiva do governador Flávio Dino. “Só a presença do secretário aqui já nos traz uma positividade com relação a uma possível convocação. O Governo do Estado do Maranhão tem se mostrado flexível a essa causa, que foi uma promessa feita na convenção do meu partido [Democratas], realizada no Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), onde o governador disse que ia convocar excedentes e sub judice. Nós ainda temos uma gama de pessoas que querem adentrar a corporação. No primeiro dia do nosso mandato, nós fizemos uma indicação e ele tem feito com todo carinho”, declarou o parlamentar.

O secretário Jefferson Portela ouviu as considerações dos deputados e anotou as intervenções feitas pelos participantes durante a audiência. Uma reunião colegiada entre representantes das Segep (Secretaria de Estado da Gestão e Previdência), Seplan (Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento) e Procuradoria Geral do Estado deve decidir a situação dos aprovados.

“É importante que aconteça uma reunião para analisar tudo aquilo que foi apresentado como proposta pelos deputados e pelos sub judice. O governo terá uma posição após análise colegiada. Nós temos que considerar aspectos financeiros, de planejamento, da previdência e uma grande análise jurídica da Procuradoria Geral do Estado sobre o caso. Após isso, o senhor governador certamente tomará, como chefe do executivo, uma decisão que ele entenda mais adequada sobre tudo o que foi apresentado aqui nesta reunião”, pontuou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.