quinta-feira, 27 de abril de 2017

Cabo Campos reúne com famílias de policiais desaparecidos


Durante reunião na sala da Comissões


Como membro da Comissão  de Segurança da Assembleia Legislativa o deputado Cabo Campos (DEM) recebeu na Sala das Comissões da AL, familiares dos policiais lotados no município de Buriticupu, Cabo Cezar e Soldado Alberto e desaparecidos  desde o dia 17 de novembro do ano passado.
O deputado  informou às famílias que o caso já havia sido denunciado por ele e demais parlamentares na tribuna da Assembleia.

Segundo Cabo Campos, questionado sobre o caso,  o secretário de Segurança do Estado, Jefferson Portela, informou que "há uma testemunha chave que pode ajudar no esclarecimento dos fatos, a investigação corre em sigilo", explicou.

Para a  ex-mulher do PM Cabo Cesar, Ana Claudia Reis a suspeita começou pela demora do PM em fazer contato com os familiares, já que ambos haviam saído para uma missão.

"A última vez que falei com ele foi 17 de novembro dia do desaparecimento deles, uma quinta-feira pelo celular, depois disso mandei mensagem e ele não respondeu e o celular sempre fora de área, ligamos para o Aberto (companheiro dele) e também estava fora de área. Como eles saíram juntos para uma missão, nós ficamos preocupados, então eu fui registrar o B.O", explicou.

O deputado  informou que deve dar os encaminhamentos aos órgãos de defesa dos direitos humanos como a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia, OAB/MA, e demais instituições como ONU (Organização das Nações Unidas) e OEA (Organização dos Estados Americanos).

"As autoridades não podem deixar essa questão cair no esquecimento. Vamos aqui dar os encaminhamentos às instituições necessárias como à Comissão de Direitos Humanos da AL, OAB/MA,  ONU e OEA.  A presença dos familiares na Assembleia só reforça a nossa denúncia feita nessa Casa", pontuou Cabo Campos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.