sexta-feira, 17 de março de 2017

Lançado há oito dias pela Prefeitura, aplicativo 'Meu Ônibus' já contabiliza 18 mil dowloads




O aplicativo 'Meu Ônibus' alcançou mais de 18 mil downloads em oito dias de sua implantação. Lançado dia 9 deste mês pelo prefeito Edivaldo, a ferramenta facilita a vida de quem utiliza o sistema de transporte público para se deslocar na capital. A procura pela ferramenta é bastante relevante, comparando a outros aplicativos locais do segmento. O 'Meu Ônibus' de São Luís permanece em primeiro na lista de downloads da categoria no Maranhão.

Pelo aplicativo, o passageiro tem acesso ao horário do ônibus e pode escolher a parada mais próxima. Os passageiros apontam como maiores benefícios a economia de tempo e garantia de mais segurança no uso do serviço coletivo.

O secretário municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), Canindé Barros ressalta que a ferramenta foi pensada com a proposta de agilizar e melhorar o serviço de transporte. "É mais uma medida concreta da gestão do prefeito Edivaldo para reestruturar o sistema de transporte. O aplicativo recebeu total aprovação da população", reitera o secretário.

Barros destaca ainda a economia no tempo que o passageiro ganha ao acionar o aplicativo. "Por esta possibilidade de saber o horário exato do ônibus já é um grande benefício às pessoas e a grande procura pelo aplicativo só comprova o sucesso e eficiência da ferramenta", observa o titular da SMTT.

O 'Meu Ônibus' reúne os dados por meio dos GPS instalados nos 936 ônibus do sistema indicando o horário de chegada em cada uma das 1.400 paradas da cidade.

PRATICIDADE


O 'Meu Ônibus' pode ser baixado em aparelhos celular que utilizem a plataforma Android. O celular precisa estar com o GPS acionado para o uso da ferramenta. Ao ser acessado, o aplicativo indica a localização do usuário.

No ícone de busca, basta informar o destino desejado e aparecerá uma lista das linhas disponíveis nas proximidades e os respectivos horários em que o ônibus passará. A tecnologia veio para facilitar a vida dos usuários do transporte na capital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.