sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Sinproesemma rejeita parcialmente contraproposta do governo de reajuste salarial dos professores



A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educadores Pública do Maranhão (Sinporesemma), reunida na tarde desta quinta-feira (02), na sede da entidade, decidiu rejeitar parcialmente a contraproposta apresentada pelo Governo do Estado para o reajuste dos salários dos professores da rede estadual. A pauta de reivindicações da campanha salarial do sindicato foi entregue ao governo, após ser aprovada por todas as assembleias regionais, realizadas no período de 25 a 31 de janeiro.


O governo propõe pagar o reajuste de 2017, de 8%, em duas parcelas sendo a primeira neste mês de fevereiro e a segunda em maio, incidindo sobre a Gratificação de Atividade de Magistério (Gam) e não sobre os vencimentos.
O sindicato não concorda com a aplicação do reajuste sobre a Gam e quer a correção em cima dos vencimentos de todos os níveis do magistério.



 "Desta forma, a proposta de 8% apresenta avanços apenas para professores de níveis 1 e 2 e aos especialistas, que atualmente estão abaixo do piso. Avaliamos que a proposta não contempla toda a classe, então decidimos que o governo deve aplicar o reajuste em cima do vencimento de todos os níveis do magistério para que não haja prejuízo à categoria", afirmou a presidente do sindicato, Benedita Costa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.