segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Sindicato dos Jornalistas do Maranhão denuncia Mirante por desrespeitar trabalhadores



O Presidente do Sindicato dos Jornalistas do Maranhão (SINJOR/MA) Douglas Cunha denunciou a irresponsabilidade do Sistema Mirante de Comunicação com os seus tralhadores e trabalhadoras.

Há meses o SINJOR tenta dialogar com a empresa sobre a Data Base dos profissionais e não consegue porque a empresa estaria fugindo do diálogo.

Essa postura levou o Sindicato a buscar o Ministério Público do Trabalho para tentar por 'livre e espontânea pressão' uma mediação.

O Sindicato cobra da Mirante dois anos sem qualquer reajuste salarial e ainda outros "atos desrespeitosos" aos trabalhadores.

Na próxima semana, dia 15, às 14:30, no MPT, está confirmada nova Audiência entre as partes.

Leia a íntegra do comunicado publicado no Facebook pelo Presidente do SINJOR/MA, Jornalista Douglas Cunha.

Publicou o jornalista Douglas Cunha:

"A alguns dias os trabalhadores da Mirante em Imperatriz paralisaram suas atividades cobrando o Tíquete Alimentação que a empresa cortou sem explicar nada, gerando um constrangimento muito grande.

Amigos, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais de São Luis, apresentou denúncia contra o Sistema Mirante de Comunicação, por não realizar reajustes salariais por dois anos e outro atos desrespeitosos para com seus funcionários jornalistas.

O Ministério Público do Trabalho convocou dirigentes ou prepostos daquele conglomerado de empresas da Comunicação, para uma audiência de mediação, mas, desrespeitosamente, as empresa não mandou representantes e a audiência não se realizou.

Agora o MPT reenviou convocação para audiência, marcada para as 14h30 do dia 15 próximo. Esperamos que agora, a empresa se faça representar.".

blog do Mardem Ramalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.