quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Professor Julio Pinheiro avalia ações positivas do sindicato e critica comportamento de adversários




Em entrevista ao Sinproesemma On line, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma), professor Julio Pinheiro, faz um balanço da luta da entidade e aponta as principais conquistas dos trabalhadores da rede estadual, mesmo com a crise econômica que atinge todos os estados brasileiros. Ele também denuncia as manobras de adversários que espalham boatos nas redes sociais, tentando aterrorizar os educadores com mentiras.

Em 2016, em meio à forte crise financeira no Brasil, Julio Pinheiro lembra que a luta do Sinproesemma garantiu o pagamento da terceira parcela de um montante de 20 mil progressões, direitos não pagos, havia décadas, e ainda assegurou a unificação e ampliação da jornada, uma conquista histórica da categoria, beneficiando 1.200 educadores da rede estadual.

A unificação beneficiou quem tinha acúmulo irregular de matrículas e que poderia perder uma delas a qualquer momento. Já a ampliação garantiu acesso de professores da rede à jornada de 40 horas, com apenas uma matrícula e salário compatível, sem precisar fazer novo concurso público. “Mesmo não havendo o reajuste salarial, em 2016, nós garantimos esses avanços, importantíssimos para a carreira do magistério. Para o futuro do educador”, destacou.

Campanha Salarial 2017

Em janeiro deste ano, o sindicato iniciou a campanha salarial de 2017, dialogando com a categoria, em todas as regionais, envolvendo todos os municípios maranhenses. A maioria das assembleias regionais aprovou a prioridade em garantir, imediatamente, o reajuste de 2017, conquista já garantida pela medida provisória, enviada pelo governo à Assembleia Legislativa do Maranhão. De acordo com a MP, os professores e especialistas (ativos, inativos e contratados) terão aumento de 8% nas suas remunerações, ganhos reais que variam de R$200 a R$500 na remuneração final.

Para o professor Julio, apesar do reajuste de 8% incidir sobre a Gratificação de Atividade Magistério (GAM), a recomposição final representa um avanço significativo, diante do cenário nacional de crise, configurado com os casos de atraso de pagamento e congelamento de salários em vários de estados do Brasil.

“Não há retrocesso na fórmula de reposição aplicada pelo governo, uma vez que, no próximo ano, o reajuste que virá vai repercutir com um percentual de GAM maior”, explicou o presidente.

Mais ampliações


O presidente do sindicato destaca também que a agenda de valorização da categoria não deve passar apenas pelo reajuste de salários. Segundo Julio Pinheiro, o sindicato também está defendendo a convocação de excedentes do último edital de ampliação de jornada, assim como está pleiteando do governo a realização de mais um concurso interno para ampliação, ofertando mais vagas para quem quer sair de 20 para a jornada de 40, com salário maior.

Eleições sindicais

Para o professor Julio Pinheiro, a judicialização do processo eleitoral foi mais uma manobra dos adversários do sindicato, que disputam o comando da direção da entidade. Foi uma manobra realizada às 17h do dia anterior à eleição por um grupo minoritário de professores, que ao longo dos anos, tem se posicionado de forma irresponsável para prejudicar a luta da entidade e dividir a categoria, tornando um ambiente propício para seus interesses meramente políticos.

O grupo minoritário, ao qual o professor Julio se refere, agiu dessa forma porque não conseguiu representatividade em todas as regionais do Sinproesemma para compor uma chapa e fazer a disputa legal com a chapa apoiada pela atual direção. “Demonstraram que não têm o apoio necessário para a fazer a disputa pela direção da entidade”, ressaltou Julio.

Para a composição da chapa, é necessário ter representação mínima de 59 municípios maranhenses, como determina o Estatuto da entidade, base para o regimento eleitoral. O Sinproesemma é o maior sindicato de classe do Maranhão, com cerca de 30 mil filiados, em quase todos os municípios do estado, por isso, a necessidade da representação na diretoria, envolvendo todas as regionais.

Notificação – Em função de não ter sido notificado pela Justiça, pois estava no interior do estado, trabalhando na estrutura das eleições, Júlio Pinheiro explicou que a eleição ocorreu normalmente, com apenas uma chapa deferida pela comissão eleitoral, e que, no momento, aguarda o julgamento do recurso impetrado pelo Sinproesemma.

“Mais de sete mil professores, especialistas e funcionários de escola foram às urnas e votaram na chapa encabeçada pelo companheiro Raimundo Oliveira. Agora, aguardamos o posicionamento da justiça”, destacou.

Boatos da maldade

Sobre os boatos postados em redes sociais, pelos adversários do Sinproesemma, para denegrir a imagem da entidade, deturpar os fatos positivos sobre os ganhos salariais da categoria, Julio Pinheiro orienta que os educadores sempre suspeitem de informações que não são as divulgadas pelo sindicato, em seus diversos meios de comunicação. “É necessário estar atento para não cair nas mentiras de quem pensa, exclusivamente, na disputa do sindicato e não nos interesses da categoria”, afirma o presidente.


Fonte: Sinporesemma

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.