quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Cabo Campos reúne com taxistas e secretario de Trânsito e Transporte, Canindé Barros







O deputado estadual Cabo Campos (DEM) intermediou, na manhã desta segunda-feira (9), uma reunião na sede da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), com o secretário de Canindé Barros, e com representantes dos taxistas dos municípios de São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa.

A pauta de reivindicação concentrou-se em seis pontos: a criação da região metropolitana para que a mobilidade urbana, dentre elas, a formalização de uma comissão de diálogos permanentes entre a secretaria e os taxistas; suspensão dos guinchos, até a realização da audiência pública; liberação dos táxis apreendidos com a suspensão das multas aplicadas; estabelecer critérios objetivos para caracterização de “pontos irregulares” e, por fim; rever os valores cobrados pelos guinchos (Viplões).


Um dos pontos defendidos pela comissão dos taxistas da criação da região metropolitana tem por objetivo dar facilidade da mobilidade urbana para a vida dos trabalhadores. Eles afirmaram que não podem se deslocar com os seus clientes para São Luís porque têm os seus carros guinchados pela VIP Leilões, que presta serviços para a SMTT.

“Estamos aqui para solicitar que seja tomada uma atitude emergencial para que não cesse situações constrangedoras; para que os nossos clientes não tenham que descer do carro no meio de uma avenida. Nós estamos aqui de forma pacífica; é preciso estancar essa situação, pois aqui tem trabalhadores e pais de família”, afirmou o taxista de Paço do Lumiar, Antônio Carlos.



Cabo Campos lembrou que essa problematização é antiga, e principalmente no que tange a metropolização da grande ilha. “Essas pautas são legitimas, e precisamos buscar regulamentar essas situações visando uma melhor qualidade de serviço para nossa população. Para melhorarmos a mobilidade urbana, precisamos debater essas questões. Sempre temos nosso objetivo final a busca de uma melhoria aos que dia a dia usam nosso transporte”, afirmou.

Ficou acertado outras reuniões com datas definidas para o progresso do debate do tema, e estabelecimentos de metas para solucionar pontos discutidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.