quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Depois de sofrer ataque, Júlio Pinheiro recebe solidariedade de trabalhadores











Após os atos de agressão ao Presidente do SINPROESEMMA Professor Júlio Pinheiro durante Assembleia Geral da entidade em São Luís terem repercussão nacional o Maranhão conseguiu finalmente entender a farsa montada pela oposição para agir contra os trabalhadores.

O Blog destaca uma das mensagens que marcou o dia e emocionou o Maranhão inteiro.

Trata-se da mensagem enviada pela Professora Ísis, que é dirigente da CTB no Estado do Amazonas.

"Não ganhamos nada quando desqualificamos nossas principais lideranças e chegamos à agressão.", disse a Professora.

Leia a íntegra da mensagem abaixo:

"A CTB Amazonas se solidariza com o Professor Julio Pinheiro , com a direção do Sinproesemma e com a categoria de trabalhadores e trabalhadoras em educação que tem como marca, uma história de lutas, aguerrida mas jamais de forma agressiva e desagregadora.

Vivemos um momento em que a classe trabalhadora como um todo sofre ataques dos representantes das elites da direita golpista que procura desqualificar nossa luta, para exterminar mais facilmente nossos direitos e conquistas. A quem interessa desqualificar o movimento de trabalhadores e trabalhadoras em educação que vem obtendo conquistas para a categoria?

Estejamos atentos e atentas.

Não somos todos/as amigos/as íntimos/as, mas somos companheiros/as de classe e a luta deve nos unir e não nos autodestruir.

A oposição só é legítima quando disputa suas opiniões na base e seja qual for o resultado, encampa a luta.

Todos e todas estamos preocupados e indignados com os desmandos do governo golpista e o estado de exceção que está sendo instalado no país.

Isso nos revolta e às vezes os ânimos são exacerbados. A indignação é importante para nos mover no caminho da luta.

Mas temos que ter foco.

O momento é de unidade e o inimigo é outro!

Não ganhamos nada quando desqualificamos nossas principais lideranças e chegamos à agressão.

O momento pede que nos unamos em torno da construção de uma frente de resistência e luta, pelos nossos direitos fundamentais e exige maturidade política para enxergar o caminho possível para isso.

Reiteramos nossa solidariedade ao companheiro Julio Pinheiro, à direção do Sinproesemma, à categoria como um todo e conclamamos a todos e todas que fortaleçam o sindicato e suas lideranças, com a participação classista e comprometida com a história de luta dos trabalhadores em educação.

E sigamos firmes e com muita unidade na luta!!

fonte: Blog Mardem Ramalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.