quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Sessão solene celebra os 50 anos de fundação da UFMA







Os 50 anos de fundação da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) foram celebrados, na terça-feira (18), durante sessão solene na Assembleia Legislativa. A homenagem foi proposta pelos deputados Professor Marco Aurélio (PCdoB) e Bira do Pindaré (PSB), que ressaltaram o papel fundamental da universidade na formação de profissionais, que contribuem para o desenvolvimento do estado.

Diversas autoridades, profissionais do campo acadêmico e vários deputados, como Valéria Macêdo (PDT), Fábio Braga (SD), Júnior Verde (PRB), Levi Pontes (PCdoB) e Sérgio Frota (PSDB), prestigiaram a sessão solene pelo Jubileu de Ouro da instituição.

Professores da UFMA Lindalva o professor Dida sendo cumprimentados por amigos


O deputado Bira do Pindaré destacou a importância da UFMA na sua formação. O parlamentar, que é graduado em Direito pela instituição, também pontuou que foi na universidade que teve seu primeiro contato com o movimento estudantil, dando início a sua vida política.

"A minha formação eu devo à Universidade Federal do Maranhão e, assim como eu, milhares de outras pessoas tiveram a oportunidade de avançar na vida e alcançar um protagonismo maior no desenvolvimento do nosso estado graças à UFMA. A universidade tem um papel decisivo para o desenvolvimento do Maranhão", assinalou.

O deputado Professor Marco Aurélio também ressaltou o papel da instituição de ensino no fortalecimento do estado na cultura, no campo social e acadêmico, na pesquisa e no desenvolvimento econômico. "Eu sei a importância que a UFMA tem para a Região Tocantina, assim como para todas as regiões onde contribui. Quantos profissionais hoje estão ajudando a fortalecer o nosso estado que tiveram formação na UFMA. Por isso, a Assembleia Legislativa presta essa grande homenagem com todos que ajudaram a construir essa história", completou o parlamentar.

Atualmente, a UFMA possui 96 cursos de graduação e está presente em todas as regiões do estado, reforçando o seu papel no ensino, pesquisa e extensão, considerado o tripé da universidade. A instituição forma profissionais nas diferentes áreas de conhecimento em nível de graduação e pós-graduação, empreendendo pesquisas voltadas aos principais problemas do Maranhão, além de desenvolver atividades de extensão que abrangem ações de organização social, produção e inovações tecnológicas, capacitação de recursos humanos e valorização da cultura.

"Comemoramos hoje, com muita satisfação, os 50 anos de criação da Universidade Federal do Maranhão. Foi uma luta muito grande, que começou com uma semente. Hoje temos uma universidade que cumpre com o seu papel na formação de profissionais com qualidade, com atendimento à população na resolução dos problemas e estamos comemorando 50 anos de muitas vitórias", afirmou Nair Portela, reitora da UFMA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.