sábado, 1 de outubro de 2016

Lula: "Depois de cassar Dilma, querem banir o PT"



247 – O ex-presidente Lula denunciou uma "parceria, quase que um acordo" entre a imprensa e a força-tarefa da Lava Jato, disse que a intenção dos investigadores é banir o PT da política, mas alerta que "vai ser difícil" lhe tirar do jogo". As declarações foram feitas em entrevista ao site Nocaute, iniciativa do jornalista e escritor Fernando Morais.

"Eu acho que essa parceria é quase que um acordo. Quase que um acordo feito entre a força-tarefa, a Polícia Federal, o pessoal da Lava Jato, ou seja, você me alimenta que eu te alimento", disse Lula.

Ele também fez críticas específicas ao Grupo Globo, dos irmãos Marinho: "A quantidade de cretinice, de mentiras, de leviandades levantadas pelo Jornal Nacional contra mim é uma coisa que não tem comparação".

"Estão me atacando muito mais pelos acertos que eu tive do que pelos erros que eu cometi. Eles sabem que nós fomos um bom governo", acredita o ex-presidente. Para Lula, "tem setores da imprensa que estão ficando praticamente uma fábrica de mentiras".

Sobre a força-tarefa da Lava Jato, afirma: "Do jeito que eles estão fazendo, há um direcionamento claro: nós temos que banir o PT da polícia brasileira e temos que tirar a possibilidade desse partido continuar governando. E não adianta só cassar a Dilma não, temos que cassar a Dilma, temos que banir o PT e temos que tentar evitar que esse tal de Lula volte a ser candidato a presidente".


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.