domingo, 23 de outubro de 2016

Hospital da Mulher realiza cirurgia inédita com aparelho de neuronavegação







O Hospital da Mulher, integrante da rede municipal de saúde, realiza nesta segunda-feira (24), uma neurocirurgia de alta complexidade, utilizando a técnica da neuronavegação, inédita em hospitais públicos na capital maranhense. Em abril o hospital é foi confirmado pelo Ministério da Saúde como referência de assistência em alta complexidade na especialidade médica de neurocirurgia.

De acordo com o médico Alan Hass, da equipe do Hospital da Mulher, a neuronavegação é um recurso da mais alta tecnologia, criado para auxiliar procedimentos neurocirúrgicos próximos ou nas áreas mais sensíveis do cérebro. “É como se o neurocirurgião estivesse operando com uma ressonância magnética feita em tempo real, o que permite a ele saber se retirou toda a lesão, se as estruturas cerebrais mais importantes estão sendo preservadas. Além disso, o recurso diminui o tempo cirúrgico ao mesmo tempo em que aumenta a segurança para cirurgião e paciente”, informou. 

O aparelho, considerado pelos especialistas um dos mais modernos, funciona como um GPS, guiando os médicos através de um visor em 3D, que aponta a localização exata da incisão, mesmo se o tumor estiver em uma área delicada ou profunda do cérebro.

"A tecnologia trouxe grandes avanços para a saúde, e a gestão municipal tem investido na qualidade do atendimento com a utilização de recursos tecnológicos. Trabalhamos para tornar o Hospital da Mulher referência em Neurocirurgia, com a aquisição de aparelhos modernos que possibilitam diagnóstico preciso e também a realização de cirurgias como esta”, afirmou a secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe.

A cirurgia por neuronavegação permite que a retirada de material para biópsia, por exemplo, seja menos invasiva. Antes, esse tipo de incisão era feita pelo método convencional (aberto). É um tipo de cirurgia muito específica e indicada para pacientes diagnosticados com tumores que não podem ou não precisam de cirurgia, onde o tratamento é feito com quimioterapia, ou casos de aneurisma cerebral.

Os investimentos feitos pela Prefeitura de São Luís nos últimos três anos no Hospital da Mulher transformaram a unidade de saúde - que em 2013 estava praticamente fechada - em um hospital de referência no atendimento à saúde feminina. Em 2015, o hospital contabilizou quase 200 mil atendimentos e procedimentos e este ano, até agosto, já foram 132 mil tanto em áreas como a saúde da mulher quanto em outras especialidades. Nestes três últimos anos, o hospital ganhou 10 leitos de UTI e passou a ofertar à população serviços de radiologia, tomografia, hemoterapia e procedimentos com finalidade diagnóstica como e eletroneuromiografia.

Entre as especialidades ofertadas no local estão cardiologia, clínica médica, endocrinologista, ortopedista, ginecologista clínica e cirúrgica, gastroenterologista, hematologista, neurologista, pneumologista, urologista e proctologista. No âmbito de saúde da mulher, no hospital é possível fazer exames para detectar lesões pré-cancerígenas no colo do útero, mama e tireoide, como colposcopia, usado para descobrir se uma paciente é portadora do vírus HPV antes da evolução para o câncer de colo de útero; colpocitologia oncótica, também conhecido como exame preventivo ou Papanicolaou, o mais utilizado para prevenção do câncer do colo do útero; biópsias; ultrassom; punção de mama e da tireoide e a retirada de nódulos benignos.

Opinião do blog

Saúde é prioridade, bom seria se mais unidades de saúde entrassem para o rol das unidades de referência no país. Mas acho que no caso do HM este é um ótimo começo, e seja quem for o próximo gestor, após o segundo turno da eleição 2016,  que os avanços na saúde continuem. Pois como sabemos, historicamente, os gestores têm o habito de desfazer ou paralisar uma boa política ou programa dos governos anteriores. Vai ver que esse é  um dos motivos do atual prefeito estar à frente nas pesquisas de opinião de votos, os ludovicenses não querem trocar o certo pelo duvidoso e ter de recomeçar do zero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.