quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Em Brasília, Flávio Dino busca parceria com Governo Federal







O governador Flávio Dino cumpriu agenda em Brasília na terça-feira (11). Na capital federal, participou de reunião dos governadores de Norte, Nordeste e Centro-Oeste com a Secretária Nacional do Tesouro, Ana Paula Vescovi. Em pauta, o apoio da União aos estados diante da queda dos repasses federais. No mesmo dia, Flávio Dino esteve com o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Gastão Vieira.


Com Gastão, o governador debateu o apoio do governo federal à ampliação do ensino técnico no estado, em consonância com uma das diretrizes da reforma do Ensino Médio, em debate no Congresso Nacional. O presidente do FNDE garantiu interesse em apoiar seu estado na implantação de um modelo de ensino técnico que se torne inclusive referência para outros estados.


“Nós temos hoje três escolas em tempo integral funcionando no Maranhão. Nosso planejamento é colocar ainda outras 16 unidades em funcionamento”, expressou o governador. “Fico feliz em estarmos trabalhando, desde o início do nosso governo, em sintonia com o que está em debate neste momento”, destacou o governador, que elogiou a iniciativa federal de apoiar projetos nesse sentido.

Compensação por queda de repasses

Durante a reunião na sede do Ministério da Fazenda, foram debatidas formas do governo federal compensar a queda de repasses que vem penalizando estados este ano. Governadores e a secretária nacional do Tesouro, Ana Paula Vescovi, buscam alternativas para capitalizar os estados. Cálculos do próprio governo federal apontam que houve queda de R$ 14 bilhões no repasse federal aos estados este ano.

Participaram do encontro os governadores do Acre, Tião Viana; Amazonas, José Melo; de Rondônia, Confúcio Moura; e do Pará, Simão Jatene, pelo Norte. Pelo Nordeste, estiveram presentes, além de Flávio Dino, os governadores da Bahia, Rui Costa; Piauí, Wellington Costa; e Sergipe, Jackson Barreto. Pelo Centro-Oeste, estiveram os governadores do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg e de Mato Grosso, Pedro Taques.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.