terça-feira, 18 de outubro de 2016

Cabo Campos e o coerente apoio a Edivaldo

Campos e Edivaldo Holanda Júnior, juntos em evento gospel


O deputado estadual Cabo Campos (DEM), teve uma atitude coerente ao  declarar apoio à reeleição do prefeito de São Luís, Edivaldo (PDT), nesse segundo turno.

Na política as coisas funcionam perfeitamente assim,  qualquer analista político sabe que a atitude de Campos é perfeitamente normal.

Quem acompanha a política maranhense sabe que durante quatro anos ele foi fiel a sua companheira de chapa em (2012) Eliziane Gama.

Até por que a imagem dos dois estava ligada na mente dos eleitores ludovicenses e do restante do estado, Eliziane era considerada  uma mulher defensora dos pobres e oprimidos desse Maranhão.

Assim como a maioria dos maranhenses Campos confiava na figura de Eliziane construída ao longo desses quadro anos, da defensora que vive a dor da miséria do povo instalada há quarenta anos no estado.

Este era o cenário que não contava com a participação da deputada no Golpe que tirou a presidente Dilma do governo e que deu o aval ao governo golpista implantar seus projetos que agridem a Constituição, as leis e o povo. E aqui eu digo que não tinha como prever que o castigo fosse tão grande por isso, ou pior que o fracasso de Eliziane Gama foi sentenciado no momento que ela votou favorável ao impeachment. 

Campos íntegro como é  manteve o apoio a deputada, fato este normal, afinal não poderia ser diferente, e aí eu repito, não poderia ser diferente pela forte ligação dos dois.

 Política se faz assim, com coerência e mesmo sabendo o que o povo poderia dar o troco à Eliziane, Campos manteve sua palavra e apoiou a deputada e aqui a coerência de Campos foi com os seus princípios cristãos de homem de uma palavra só!

E nesse segundo turno a história é outra,  Campos novamente numa atitude corajosa passa a apoiar o candidato o qual acredita que é o melhor pra São Luis. Campos declarou apoio a Edivaldo com a tranquilidade  e certeza de que ele está do mesmo lado que está a maioria da população. Justíssimo, correto, coerente!

"O que importa é o povo e não a opinião das pessoas que são declaradamente  minhas ou meus adversários políticos", disse Cabo Campos, a mim durante uma rápida conversa nos corredores da AL.

E ele tem razão, gente que a sede de poder cega e não tem a capacidade de analisar o quadro político de uma forma geral, com  um olhar ampliado, que usa de mesquinharia, e pequenez, essa gente deveria ser considerada inimiga ou inimigos, de São Luis!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.