terça-feira, 9 de agosto de 2016

Cabo Campos sobre morte de PMs: "Estamos de luto"

Cabo Campos DEM
O deputado Cabo Campos do (DEM), na manhã desta terça-feira (09), voltou a protestar contra o crescente número de PMs mortos no Maranhão,  a morte de mais um PM, revoltou o deputado que lamentou.

"Posso afirmar que é terrível e devastador retornar ao tema da morte de militares, em menos de 24hrs. É lamentável ter que mais uma vez tocar nesse assunto, sendo o primeiro post do dia nas minhas redes sociais, porém infelizmente é necessário após a morte do sargento Ranilson, do 7º BPM. Porém, essa triste realidade nos volta a assolar", afirmou.

O Sargento Ranilson, foi morto em uma emboscada em Santa Luzia do Tide, o PM e seu parceiro de trabalho o Cabo Elisvaldo, estavam fazendo a ronda de motocicleta e após receberem uma notícia de assalto, foram pegos em uma emboscada por bandidos que balearam o sargento Ranilson que veio a falecer antes de chegar ao hospital.

"Já é hora que a justiça se manifeste, e que possamos confiar nela e saber que por ela nos trará a justiça devida! Enfim, posso afirmar que não há uma solução fácil, mas há solução! Não é mais aceitável que continuemos, dia após dia, sepultando pais de família e dizendo palavras de conforto, enquanto o crime organizado cresce pelas ruas e nos abate à luz do dia. 

Por fim, lamento profundamente a violência que tirou a vida do nosso irmão sargento Ranilson. Que Deus possa confortar sua família e amigos”, disse.

A morte do sargento Ranilson foi o segundo caso de PM morto a tiros no Maranhão em menos de uma semana. No último sábado (6), o sargento reformado Adelson Cascais Cabral, de 70 anos, foi vítima de latrocínio e  assassinado com um tiro na cabeça. O crime aconteceu na Cidade Alta, Nova Terra, município de São José de Ribamar, Região Metropolitana de São Luís. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.