quinta-feira, 3 de março de 2016

Projeto Pró-Catador/MA é destaque durante lll Encontro de Catadores da Amazônia Legal

Secretário Adjunto da SETRES Júlio Guterres,  Conceição Pearce e demais representantes maranhenses

O reconhecimento da profissão de Catador de Materiais Recicláveis já é uma realidade no país desde 2011, com o lançamento pelo Governo Federal do Programa Pró-Catador que garante recursos através do Ministério Trabalho e Emprego, para que os estados promovam a organização e profissionalização dos catadores, além da regulamentação das organizações coletivas e dos lixões através do cumprimento da Lei Nacional de Resíduos Sólidos em todo o país.

Com o objetivo de fortalecer a categoria foi realizado nos dia 24 a 26, de fevereiro no estado de Belém (PA), o III Encontro de Catadores de Materiais Recicláveis da Amazônia Legal (ECAL). O evento acontece desde 2013 e reúne os estados de Rondônia, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Tocantins, Roraima e Pará, com o objetivo de debater a situação dos catadores, dos lixões e demais demandas da categoria na região.

Sob a coordenação do Secretario Adjunto do Trabalho e da Economia Solidária (SETRES), Júlio Guterres o projeto Pró-Catador/MA, foi destaque consolidando uma participação maior no Movimento Nacional de Materiais Recicláveis.

Para Guterres o destaque foi merecido e comprova o empenho do governo Flávio Dino na construção e desenvolvimento da política de inclusão social no estado, " O sucesso da participação maranhense se deu pelo apoio que governo vem dando para mudar a realidade de catadoras e catadores nos municípios, com a política de desenvolvimento social, portanto, o governo está de parabéns e os catadores agradecem", concluiu.

O Maranhão foi destaque também pela apresentação dos avanços já conquistados com o desenvolvimento do projeto como: o recenseamento, a regulamentação e profissionalização de catadores e catadoras através das 40 oficinas já realizadas nos municípios maranhenses.

Responsável pelo Pró-Catador/MA Conceição Pearce levantou questões como, as dificuldades que envolvem a atividade nos estados e propôs continuidade para o projeto, que visa a consolidação das políticas sociais de inclusão e regulamentação das organização dos catadores.

"O governo tem dado todo o apoio necessário para o desenvolvimento do projeto e o sucesso do Pró-Catador/MA se dá principalmente pela confiança estabelecida entre o governo, a equipe técnica e a categoria, que nos recebe muito bem em todos os 40 municípios participantes", disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.