terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Setres dá início a mais uma etapa do projeto Pró-Catador Maranhão


Secretário adjunto Júlio Guterres da SETRES com equipe Pró-catador

O Pró-Catador Maranhão Recuperando Vidas, Reintegrando Cidadania deu início à etapa de encaminhamento do público alvo do projeto aos programas sociais do Governo Federal com identificação e encaminhamento dos catadores e catadoras anônimos ao Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). A identificação vem sendo feita nos quarenta municípios atendidos pelo projeto.

A execução do Pró-Catador/MA é uma ação da Secretaria de Estado do Trabalho e Economia Solidária-SETRES realizada através de convênio com Secretaria Nacional de Economia Solidária-SENAES, com o objetivo de resgatar a cidadania dos catadores em várias áreas como, geração de trabalho e renda, capacitação, e elevação da escolaridade. O projeto visa fomentar grupos econômicos solidários de catadores de materiais recicláveis e reutilizáveis, articulando-os em redes de cooperação e comercialização de produtos em 40 municípios.

O Secretário Adjunto de Estado do Trabalho e Economia Solidária Júlio Guterres destacou o empenho do governo na inclusão social da categoria em diversas áreas, “O governo oferece por meio desse importante projeto, o fomento e geração de emprego e renda, inclusão social, saneamento básico, saúde, educação, segurança alimentar e habitação, com o objetivo de oferecer mais dignidade a catadores e catadoras antes esquecidos, e o papel da SETRES é executar com êxito todas as etapas do Pró-Catador?MA no estado ”, afirmou.

Coordenadora Conceição Pearce com alunos das oficinas


Na primeira etapa do projeto a SETRES iniciou as atividades com o recenseamento, identificando catadores com  visita aos locais em que eles realizam as coletas, o objetivo das inspeções foi traçar o perfil do catador maranhense.

A segunda etapa do projeto se deu com a realização das oficinas locais nos quarenta municípios com participação de grupos formais, informais, Associações, Cooperativas de materiais recicláveis, lideranças comunitárias e gestores públicos, entre os temas, as discussões sobre o fechamento dos lixões, a aplicação da Política Nacional de Resíduos Sólidos e a inserção social e cidadã de catadores e catadoras, com vistas à superação da situação precária em que vivem e trabalham.

Segundo Conceição Pearce coordenadora do projeto no estado, o Pró-Catador/MA entra em nova fase mas, o trabalho de identificação dos trabalhadores continua, “O trabalho de catalogação e identificação continua sendo feito pelos agentes e pelos parceiros nos municípios, o objetivo é organiza-los em Associações ou Cooperativas e saber quem são, onde estão e em que situação estão vivendo, além de identificados os catadores são encaminhados de acordo suas necessidades aos órgãos competentes, como secretarias municipais e estaduais”, afirmou.

O trabalho é desenvolvido por uma equipe que consiste de agentes locais (nos municípios), e equipe técnica composta por pedagogo, assistente social, técnico em gestão ambiental, profissionais da área de saúde, e psicólogo.

O próximo passo do Pró-Catador/MA será a realização dos Seminários Territoriais que buscam o fortalecimento da classe em relação a sua organização e gestão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.