sábado, 12 de dezembro de 2015

PSL e Edivaldo Jr. fidelidade partidária durante I Encontro Estadual do Partido na AL



O I Encontro Estadual do Partido Social Liberal (PSL), realizado  na sexta-feira (11), no  Plenário Neiva Moreira, na Assembleia Legislativa,  teve como um dos pontos principais, além da manutenção da fidelidade partidária para as eleições de 2016, com os olhos voltados para 2018, a garantia de que a sigla caminhará ao lado do prefeito Edivaldo Holanda Júnior nas eleições do próximo ano.

O presidente estadual do partido, vereador Francisco Carvalho, também vice-presidente nacional  do partido, destacou a força do PSL, enfatizando que ele foi anunciado na condição de vice nacional, exatamente pelo trabalho que propiciou o crescimento do partido no Maranhão.

“ O PSL foi coisa de amor à primeira vista, desde que ingressei nele, em 2014. O PSL é uma família e deve se comportar como tal. Nosso compromisso  é o fortalecimento, buscarmos a união em busca de perspectivas de poder”, disse Carvalho.

Ao lado do coordenador nacional do PSL, Pedro  Clemente, que ditou as diretrizes para 2016 com, com foco para 2018, Carvalho destacou que o PSL, que tem ainda na Câmara o ex-presidente Isaías Pereirinha, sempre deu total apoio ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior, aprovando todas as matérias de importância para o Executivo e para a população.

O prefeito Edivaldo Holanda Jr. chegou acompanhado do seu líder na Câmara, Osmar Filho (PDT), e agradeceu ao apoio do PSL, na aprovação das propostas do Executivo e disse que espera que o partido caminhe ao seu lado em 2016.

O prefeito fez um rápido balanço de sua administração nesse ano, lembrando de grandes avanços como o Bilhete Único, que entra em operacionalização na segunda-feira, e da aprovação, pela Câmara, da lei de licitação no Transporte Público. Foi enfático ao afirmar que hoje as ações da Prefeitura estão presentes em todos os bairros de São Luis.

DISCURSOS

 O Encontro do PSL lotou o plenário, com comitivas de municípios de diversos municípios do Maranhão. Muitos discursos movimentaram o evento político, como os que foram proferidos pelo vereador Pereirinha, que falou sobre o crescimento do partido e disse ficar indignado quando falam que o PSL é uma sigla pequena.“Não podemos ser pequenos, se temos dois vereadores  na capital, dois deputados estaduais e dezenas de vereadores no interior”, assinalou.

O coronel Ivaldo Barbosa, que disputará um mandato de vereador, discorreu sobre a questão da segurança na Ilha e no Estado, enquanto a ex-vereadora Marília Mendonça, presidente do PSL Mulher, conclamou as mulheres a se engajarem mais na luta partidária. Patrícia Damasceno, Fancinete Braga e a ex-deputada Fátima Vieira, também seguiram a mesma linha.

O deputado Crisovam também falou sobre o fortalecimento da sigla. Convidado, João Bentivi, presidente de honra do PRTB, falou sobre os problemas de São Luis.

No encerramento dos trabalhos, o coordenador nacional do PSL, Pedro Clemente, disse que as metas para 2016 são a de eleger o maior número possível de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores e para 2018, a formação de grandes bancadas de deputados federais e estaduais, em todos os Estados. Afirmou que o partido, no Maranhão, é exemplo para os demais Estados, lembrando que a infidelidade partidária levará à dissolução de diretórios e comissões provisórias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.