sábado, 22 de novembro de 2014

Eliziane Gama é destaque no Correio Braziliense

“Segundo jornal, a deputada vai chamar atenção na Câmara Federal por suas ações desenvolvidas no Maranhão”.

Na lista dos campeões de votos, Eliziane já chegou chamando a atenção da imprensa nacional
O trabalho a atuação da deputada federal eleita, Eliziane Gama (PPS) ganharam destaque em publicação do jornal Correio Braziliense do último dia (19). O jornal da capital federal listou nove nomes de parlamentares estreantes na Câmara Federal, mas que tem grandes chances de ganhar a atenção do país por causa da atuação nos seus estados e Eliziane Gama é a única citada do Maranhão. 

A deputada federal mais bem votada no estado ganhou repercussão devido ao trabalho na defesa dos direitos humanos e das minorias. Na publicação o jornal evidenciou as ações da deputada maranhense durante os dois mandatos na Assembleia Legislativa.

“Conhecida pela postura inclusiva, foi a deputada mais votada no Maranhão. Desde sua primeira eleição como deputada estadual, em 2006, Eliziane presidiu comissões parlamentares de inquérito importantes no estado, tais como a CPI de Combate a Pedofilia e Abuso Sexual Infantil, as comissões de Direitos da Mulher; de Direitos Humanos; e de Infância, Juventude e Idoso”, destacou o jornal ao citar a popular-socialista.

Filha de família simples e sem parentesco político, Eliziane Gama ingressou na vida política em 2006, com apenas 29 anos. Atualmente é presidente do Diretório Estadual do PPS no Maranhão e representa hoje uma grande liderança feminina no estado. Parlamentar de segundo mandato na Assembleia Legislativa do Maranhão, a deputada conquistou a maior votação para a Câmara Federal nas eleições deste ano com 133 mil 575 votos.

“Fico feliz com o reconhecimento do nosso trabalho e acredito que aumenta mais o nosso compromisso e responsabilidade com o povo do Maranhão”, afirmou Eliziane Gama.

Além da deputada maranhense, são citados na matéria os deputados eleitos: Andrés Sanches (PT-SP), ex-presidente do Corinthians; Bruno Covas (PSDB-SP), neto de Mário Covas; Raimundo Angelim (PT-AC), ex-chefe da Casa Civil do governador Jorge Viana; Clarissa Garotinho (PR-RJ), filha do ex-governador Garotinho; Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), filho do deputado carioca Jair Bolsonaro; Brunny (PTC-MG), apresentadora de TV e esposa do deputado Hélio Gomes; Roberto Góes (PDT-AP), primo do governador eleito Valdez Góes; e Valdir Rossoni (PSDB-PR), membro da direita do Sul do país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.