quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Dilma suspende atividades de campanha por três dias


A presidenta deve fazer pronunciamento oficial, sobre a morte de Eduardo Campos

A presidente Dilma Rousseff decidiu suspender atividades de campanha por três dias ao ser informada da morte do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos. A informação foi passada há pouco pelo comitê de campanha da presidente. Segundo a assessoria, na haverá atividades nós próximos três dias em Brasília e nenhum outro Estado.

Ainda não há definição sobre a participação da presidente no Jornal Nacional, da TV Globo, que estava programada para hoje, mas a agenda também deve ser cancelada. Dilma avalia ainda se fará algum tipo de pronunciamento, como presidente, sobre o acidente.

Padilha

O candidato ao governo do Estado de São Paulo, Alexandre Padilha (PT), lamentou a notícia sobre o falecimento do ex- governador Eduardo Campos. "Infelizmente acabei de ser avisado. É uma tragédia" disse, ao fazer uma visita de campanha em um hospital na Penha, zona leste de São Paulo.

"O ex-governador Eduardo Campos foi meu colega durante o governo do presidente Lula, conheço a esposa, os filhos, vou suspender qualquer outra agenda", disse. "Temos que dar conforto à família."

Padilha destacou a passagem de Campos pelo governo do ex-presidente Lula. "Quando eu fui ministro da coordenação política acompanhei (Campos) desde o início", diz. "É uma tragédia e grande perda para nós. É um político de uma nova geração, da minha geração."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui.